Sintonizar Reiki numa grávida sintoniza o bebé?

Reiki é para todos, é energia e é uma filosofia de vida. A sintonização de Reiki é um processo natural, que ajuda no alinhamento dos canais energéticos e no contacto direto com a frequência da energia universal. Sintonizar Reiki numa grávida é maravilho, é bom mas surge a questão… será que o bebé é também sintonizado?

Sintonizar Reiki numa grávida sintoniza o bebé?

Muitas vezes saímos de um campo pragmático e entra-se numa espécie de mistificação que apenas traz confusão e má interpretação que resulta em ansiedade, estupefação, tristeza e mesmo revolta. Se vamos sintonizar uma determinada pessoa em Reiki, é a ela que a sintonização cabe, não a outra. Mesmo que essa pessoa tenha um bebé no seu ventre ele não será sintonizado.

Qualquer bebé irá nascer segundo determinadas condições – a genética, a energética entregue pela mãe e pelo pai e a sua própria (a condição de vida que tem para este seu tempo). Isto comprova-se em casos que estamos a fazer Reiki a uma grávida ou ela até faz o seu próprio autotratamento e a energia não vai para o bebé. É natural que a energia não vá para o bebé se ele realmente não precisa dela. Os seus vários corpos vão-se desenvolvendo segundo as suas condições naturais. Se houver algum desequilíbrio, sim, a energia Reiki terá o seu efeito. Um bebé que tenha recebido Reiki quando estava no ventre da mãe, não é necessariamente um bebé calmo ou “especial”, deve-se ter cuidado com as afirmações que se fazem nesse campo porque existem sempre as exceções 🙂

Tendo em conta este aspeto e, principalmente, a intenção da sintonização, podemos dizer que o bebé não é sintonizado quando a mãe o é. A energia flui apenas para a mãe, apenas os seus canais são trabalhados.

Se a energia da mãe pode transformar o bebé, sim, sem dúvida, tanto quanto poderá transformar o bebé se expandir a sua consciência através de meditação. O que isto quer dizer é que não devemos colocar “responsabilidades” no Reiki mas sim na pessoa, pela mudança, pelo crescimento

Sintonizar uma mãe em Reiki não implica sintonizar o bebé em Reiki.
Sintonizar uma mãe em Reiki não implica sintonizar o bebé em Reiki.

Será que um bebé deve ser sintonizado em Reiki?

É uma decisão a ser tomada pelos pais ou até mesmo pela criança quando crescer e tiver o entendimento total do que representa o Reiki. Quando interpretamos Reiki apenas como energia, é uma coisa, é uma perspetiva mas, se observamos Reiki como ele foi criado, tendo uma filosofia de vida, então há que ter consciência do que se escolhe, com quem e como. Se for uma sintonização de “cura” então estamos a falar de outra situação. Esta serve para um caso concreto, não quer dizer que sintoniza o bebé para que se torne praticante de Reiki.

Energia, todos fazemos fluir, não precisamos ser praticantes de Reiki para isso. Fazer fluir Reiki, aí já é uma situação completamente diferente, uma vibração distina. Quem trabalha com várias frequências de energia, nota a diferença entre os vários métodos.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.