Mikao Usui sintonização de cura

Sintonização de cura no Reiki

Sintonização de cura ou alinhamento do canal energético com intenção terapêutica, é uma prática que um mestre de Reiki pode adotar, sempre que queira, para um aluno ou mesmo um paciente.

Sintonizar significa colocar em sintonia, em harmonia, obter a capacidade de receber determinada frequência ou reciprocidade entre frequências. No Reiki existe sempre um emissor e receptor. A energia está em todo o lado e através da sintonização realizada pelo Mestre, o praticante fica apto a receber para também poder enviar. O processo de sintonização pode variar muito de sistema para sistema. Ao longo do tempo foram mudando as técnicas, as formas, os passos, no entanto, mantém-se o mais importante – o Reiki. Talvez o que seja importante é a sintonia que o Mestre é capaz de realizar, entre o Reiki e o seu aluno. Neste processo, o Mestre é apenas uma mera ferramenta, através da qual todo o processo é despoletado mas, que na realidade, é vivenciado pelo aluno. Nele é que se opera o despertar, a transformação e a realização.

Quando um aluno recebe uma sintonização, pode colocar uma intenção para esse momento. Uma intenção que seja para o seu bem supremo, para que a energia, o aumento e alinhamento do seu canal energético auxilie a alcançar o pretendido.

A sintonização de cura no Reiki

Por vezes ouvimos falar de sintonização de cura na prática de Reiki. Cada Mestre deve ter uma consideração própria sobre essa matéria e, nem por isso, é um tema amplamente debatido ou esclarecido. A sintonização de cura é um processo idêntico à da sintonização do nível do aluno mas com uma intenção específica, colocada pelo Mestre e aluno, para auxiliar no processo de cura. É de notar que o Reiki não cura, não é milagroso – o milagre está na pessoa, ela sim representa o maior milagre de todos – um ser senciente e maravilhoso, com capacidade de racionalizar e demonstrar emoções. A própria cura, é muitas vezes realizada pela pessoa. O Reiki apenas auxilia no equilíbrio, dando o tempo e o espaço, contribuindo para a homeostase de todo o nosso sistema de vida.

Imaginando um aluno de nível 3 que está com dificuldades em se tratar, que enfrenta questões graves na vida que lhe geram desequilíbrio em todos os campos, Mestre e aluno podem decidir por realizar uma sintonização de cura para auxiliar nessa questão. A sintonização irá dar um “empurrão” ao aluno para se voltar a tratar, cumprindo os 21 dias, além de o harmonizar e alinhar o seu canal energético e respectivos chakras. Por vezes é só isso que a pessoa precisa – de um empurrão, uma motivação para continuar e despertar, algo que já está dentro de si.

O processo de sintonização é claro que não pode ser explicado, é um momento de respeito partilhado entre mestres e os seus alunos. No entanto, há diferentes tipos de sintonização de cura. Há quem opte por realizar um reiju (sintonização) que tem passos próprios e não é idêntico ao reiju de um nível de Reiki, e há aqueles que fazem essa sintonização, esse reiju, exactamente igual.

Sem dúvida que o mais importante será a seriedade do Mestre, respeito pelo Reiki, pela situação e pelo seu aluno. Reiki é fantástico, ele sempre flui para o que é preciso. Depois, caberá ao aluno continuar com esse trabalho que se iniciou com a sintonização de cura.

Quantas sintonizações de cura se pode ter?

Não existem limites mas o que é certo é que as sintonizações devem ser espaçadas. O aluno precisa ter o tempo e o espaço para crescer, aplicar e notar as mudanças da sua sintonização de cura. Caso contrário, andará apenas à procura de uma aspirina ou pílula milagrosa que nunca aparece. O Reiki também exige disciplina.

Mikao Usui sintonização de cura

2 thoughts on “Sintonização de cura no Reiki”

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.