O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Categoria: Tanden

Como sentir a diferença entre tanden e chakra

Podemos pensar que tanden ou chakra é a mesma coisa mas são diferentes. Não é o mais simples explicar essas diferenças e precisam ser mesmo sentidas para que se possa compreender realmente. Chakras e Tanden são dois sistemas diferentes de interpretar a energia, complementam-se e sem dúvida que nos podem trazer muita sabedoria.

Chakra significa roda e encontra-se na intersecção de dois ou mais canais energéticos ou no seguimento do canal energético central, cruzado por dois canais que formam sete vórtices principais. Estes pontos encontram-se nos plexus, em glândulas, em órgãos e articulações. Além dos sete chakras principais, podem ser encontrados mais de 10000 secundários.

Os Tanden são acumuladores de energia, são os chamados oceanos de energia e encontram-se distribuidos na cabeça (kami tanden), no peito (naka tanden) e abaixo do umbigo (seika tanden). Cada um tem uma função concreta e todos interagem entre si, tal qual como os chakras.

Apenas posso partilhar contigo a minha experiência e forma de sentir, que poderá ser muito diferente da tua, por isso não te apegues muito a esta partilha mas tenta sentir, compreender o que a energia te comunica. Podes fazer esta meditação muito simples, para cada um dos tanden:

  1. Coloca as mãos no tanden que pretendes sentir;
  2. Imagina que é como uma grande bola de vidro dentro do corpo;
  3. Coloca-te no centro dessa grande bola e sente como está a energia;
  4. Depois, esvazia-a e limpa a bola por dentro e por fora;
  5. Com a respiração, vais preencher esse tanden com energia – ao inspirar, traz a energia para dentro dele e ao expirar imagina a energia a intensificar-se, a preenchê-lo completamente.

Mais importante que conceitos é o que tu realmente sentes. Pratica o teu sentir, visita-te interiormente e desenvolve essa percepção que te auxiliará em muita coisa. Só mesmo com a prática é que percebemos melhor a energia.

 

Tanden inferior – Seika Tanden

O Seika Tanden é o nosso centro de gravidade, o «templo sagrado» da energia vital e no Japão, nas artes marciais é também conhecido como “O Ponto”. Zhang Sanfeng, monge taoista dizia =quando a mente e o coração serenam e vão para baixo do umbigo chama-se a mente e coração vazios, quando a respiração é acumulada e vai para baixo do umbigo é chamada a respiração regulada.

Esta é a importância que a filosofia oriental dá ao Seika Tanden e ao equilíbrio vital e harmónico que nos traz. Este ponto e centro energético, acumula a energia vital que vem da Terra e que preenche todo o nosso corpo. Quando temos vitalidade, podemos praticar Reiki com maior segurança e harmonia. Na meditação é essencial para encontrarmos o equilíbrio e ainda o trabalhamos com pelo menos três técnicas de Reiki – Joshin Kokyu Ho; Hikari No Kokyo Ho e ainda Makoto no Kokyu Ho.

O Seika Tanden traz-nos ainda os seguintes benefícios:

  1. Enraizamento e sensação de autocentramento;
  2. Estimulação do sistema nervoso autónomo que proporciona uma sensação de bem-estar;
  3. Aumento da imunidade;
  4. Protecção energética;
  5. Estimulação dos órgãos e músculos abdominais.

Quando levamos a atenção a este tanden, ficamos sólidos, centrados e isso permite-nos ter uma outra consciência do que nos rodeia e do universo. Uma das técnicas japonesas é concentrar nesse ponto todo o nosso peso, isso dará a noção de força interior, como se fossemos irredutíveis.

Trabalha a tua respiração abdominal, isso auxiliará no desenvolvimento do Seika Tanden. Uma energia vital pura e forte ajuda a ultrapassar muitas das doenças do foro mental e emocional.

O tanden médio – naka tanden

O naka tanden é o centro energético que temos no nosso peito. Pode ser correlacionado com o chakra cardíaco mas as suas funções vão muito além disso. Ele é o receptor da energia «Homem» e é também afectado pela energia dos nossos antepassados, ou seja, é por aqui que ela se manifesta.

No tanden médio temos a capacidade de amar, de desenvolver compaixão. É o centro dos estados de alma e é através dele que a felicidade se manifesta na nossa vida. Quando conseguimos desenvolver muito ki neste tanden, desenvolvemos uma capacidade forte de amar, compreender, generosidade e compaixão.

Se deixares que a energia deste tanden se desgaste ou transforme num aspeto negativo, poderás entrar em depressão, sentir que ninguém te ama, podes experimentar o isolamento e a rejeição, além de poderes desenvolver egoísmo ou frigidez ou mesmo crueldade.

É no naka tanden que a energia ki se tranforma em shen. Ele é também o mediador entre as energias do Céu (kami tanden) e da Terra (seika tanden). Trabalha este tanden para desenvolveres a inteligência emocional.

O tanden superior – kami tanden

No lugar entre as nossas sobrancelhas, no centro da cabeça, está o tanden superior, em japonês, Kami Tanden. Este é o centro da nossa energia espiritual (kami). Quando a energia está dirigida para o kami tanden, o nosso ki é corretamente conduzido no corpo pela mente. O Kami tanden está associado com a glândula pineal e com a sabedoria. É o receptor da energia do «Céu».

Os tanden não são exatamente como os chakras. São centros de energia, também mas com características talvez mais globais, ao mesmo que tempo específicas, que não encontramos nos chakras. Neste caso, o Kami Tanden acumula e lida com toda a energia que tenha a ver com o espírito, com a condição mental e com a energia externa que vem de cima.

Limpar o kami tanden

  • Centra-te no kami tanden;
  • Observa como se estivesses sentado no seu centro;
  • Agora esvazia por completo todo o tanden, como se fosse uma sala ou uma esfera;
  • Limpa-o bem interior e exteriormente, deixa-o brilhante;
  • Se achares que está muito grande, podes imaginar que o seu tamanho diminui;
  • Sente como estás;
  • Se quiseres, podes carregá-lo com energia, inspirando e expirando, levando a respiração cheia de energia diretamente para lá ou então imaginando a energia a entrar pelo topo da cabeça e indo preencher o kami tanden.

Meditação para centrar a mente e o corpo

  • Senta-te direito e confortavelmente;
  • Se estiveres em seiza, coloca as mão com as palmas viradas para baixo nas pernas;
  • Leva a atenção ao tanden no ponto entre as sobrancelhas;
  • Leva agora a atenção ao ponto abaixo do umbigo, o Seika Tanden, ou hara;
  • Visualiza uma linha de energia a uni-los;
  • Tenta compreender se a linha está direita ou não;
  • Caso não esteja, faz várias respirações seguindo, por exemplo, o Joshin Kokyu Ho, que ajudará a alinhar o canal;
  • Quando sentires o canal perfeitamente alinhado significa que tens a mente e o corpo alinhado.

Este exercício é muito interessante para verificarmos o que o Mestre Usui indicava como shin shin kaizen – Reiki é para a melhoria da mente e do corpo.

 

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén