O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Etiqueta: Chakras (Page 1 of 4)

Segunda Edição de O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética

Após esgotar a primeira edição em dois meses, o Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética é reeditado em Outubro de 2018 pela Editora Nascente. Este é um livro que pretende conciliar várias perspetivas e abordagens sobre o nosso corpo energético, a sua anatomia e, claro, os nossos centros de consciência vitais – os chakras.

O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética – um guia acessível para todos

Em Portugal temos um desejo incrível de saber, creio ser típico do nosso povo e, como tal, existe também uma profunda espiritualidade e sensibilidade para o sentir. Adquirimos muitas práticas energéticas de forma inconsciente e lidamos com a energia das mais diversas formas. Podemos dizer que no nosso inconsciente coletivo existe uma capacidade gigantesca de ir além do racional. Assim, vamos fazendo tentativas de equilibrar os dois pólos – a razão e o sentir, o mundo científico e empírico com o mundo energético e imaterial.

Ao escrever este livro preocupei-me também com a desconstrução de alguns mitos que, infelizmente, importamos. Pequenas coisas limitadoras que acabam por ser grandes barreiras, quer a nível de conceitos, quer mesmo a nível de práticas. 

A importância dos chakras como centros de consciência

A riqueza de exemplos que este livro tem serve para ilustrar que os Chakras não são apenas centros de energia, eles são muito mais do que isso e têm a oferecer-nos grandes e valiosas lições para o nosso crescimento.

Claro que as nossas culturas são diferentes, mas acredito que somos bem mais ricos quando aprendemos com a diversidade. De certa forma, tudo acaba por estar interligado.

Este é um livro para todos, não só para praticantes de Reiki, mas também para qualquer pessoa que esteja interessada no campo energético e na sabedoria que os nossos centros de consciência têm para nos dar. É um entendimento entre o mundo ocidental e oriental, entre várias culturas que fazem de nós Seres mais completos.

O meu profundo agradecimento a todos os que têm apoiado estas edições portuguesas e a força que sempre têm dado para continuar. Muito obrigado a todos!!!

Ficha técnica de O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética

O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia EnergéticaJoão MagalhãesTerapias AlternativasEditora NascenteJunho 2018384 páginas

Este é o primeiro grande manual de um autor português a sistematizar os conhecimentos sobre os centros vitais do ser humano e todas as questões relacionadas com a anatomia energética.
João Magalhães, autor do bestseller O Grande Livro do Reiki, apresenta nesta obra as questões que se colocam a quem se inicia no mundo dos chakras e pretende saber mais sobre conceitos como enraizamento, aura, prana, kundalini, entre tantos outros. Aqui se aborda a visão ocidental, mais contemporânea, e a visão oriental, mais tradicional, mostrando-se também como o trabalho sobre o campo energético se pode revelar uma autêntica filosofia de vida.
Um livro indispensável que o ajudará a:
– Conhecer em profundidade os chakras principais e também os secundários;
– Aprender técnicas de limpeza e proteção energética;
– Compreender os diferentes mantras e mudras;
– Dominar uma filosofia de vida assente na integridade, na compaixão e na bondade.

Leitura de Verão com O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética

A leitura de verão, muitas vezes quer-se leve, alegre, ou então até mesmo construtiva, inspiradora e com tempo, predisposição, para finalmente colocar alguns temas com mais clareza.

O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética como leitura de verão

Em O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética, podes encontrar vários temas que podem ir ao encontro de momentos leves, com exercícios inspiradores, ou mesmo com o aprofundamento de temas que há muito tempo querias abordar.

Então, para a tua leitura de verão, quero dar-te algumas dicas que possam ser úteis com este livro.

Desenvolver a prática sensitiva

Podes aproveitar para fazer alguns exercícios para sentires e interpretares a energia da pessoa, quer dos seus chakras, quer da aura. A partir da página 125 poderás ler algumas dicas interessantes e formas de interpretares o que sentes.

Desintoxicar dos três venenos

Na página 348 podes ler exercícios tibetanos que são muito simples, mas também extremamente úteis para saberes lidar e purificar a tua raiva, apego e ignorância, relativa a situações que viveste ou que vives.

Os chakras segundo a perspetiva hindu

Podes aprofundar o teu saber no significado e representação dos chakras segundo a antiga tradição hindu a partir da página 224, que começa com o conceito primordial da Kundalini. Este sim é um tópico que irá requerer mais atenção, concentração, na tua leitura.

Uma leitura mais contemporânea dos chakras

Se quiseres, podes observar, a partir da página 17, como são os nossos chakras principais e secundários a partir das interpretações ocidentais que incluem também as glândulas endócrinas.

A leitura de O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética não precisa ser feita sequencialmente e podes abordar, primeiro, temas que te sejam mais interessantes. É claro que o todo do livro compõe um determinado saber com um determinado objetivo, mas isso irás descobrir ao longo da tua leitura.

Diverte-te e que a tua leitura de verão seja boa e útil, que te traga momentos duradouros de contentamento e felicidade.

Meditação para as atitudes nos sete chakras

Os nossos sete chakras não são apenas repositórios de energia, mas são também centros de consciência que nos podem auxiliar na nossa mudança de perspetiva e atitude para com a vida.

Os sete chakras e como meditar nas suas atitudes

Os sete chakras representam as várias frequências que temos, assim como as partes da nossa grande consciência. Cada uma das energias que eles produzem, alimentam o nosso corpo físico, mental e emocional, além de também refletirem as coisas que pensamos, sentimos e a própria saúde do corpo físico.

Observando os sete chakras como centros de consciência, podemos trabalhar afirmações que nos ajudem a âncorar atitudes que poderão trazer transformação à consciência e à energia de cada um deles.

Esta meditação irá ajudar-te a desenvolver mais consciência e uma atitude positiva em cada um dos sete chakras principais. É uma meditação de apoio a O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energétical que poderás encontrar a partir da página 149.

Podes ler algumas das páginas de O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética no Issuu e também ver a entrevista feita no programa Agora Nós.

O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética no programa Agora Nós – RTP1

No dia 27 de Junho de 2018 houve a apresentação de O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética no programa Agora Nós, da RTP 1, com Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos:

Poderás ver aqui o programa total Agora Nós do dia 27 de Junho.

Um muito obrigado aos apresentadores, a todos os telespectadores e ainda à equipa da Editora Nascente.

Este livro tem a apresentação de perspetivas ocidentais e orientais (hindus e tibetanas) sobre os chakras e a nossa anatomia energética. Poderás também ler algumas partes do livro através do Issuu.

Como alinhar os chakras com Reiki

Alinhar os chakras é uma expressão muito corrente, que surgiu principalmente na década de 80 com a divulgação do movimento “new age”. Na prática de Reiki, alinhar os chakras significa que vamos realizar um autotratamento ou até mesmo tratamento a outra pessoa.

Como alinhar os chakras com a prática de Reiki

São muitas as formas de alinhar os chakras e elas podem mesmo diferenciar quase radicalmente de sistema de reiki para sistema de reiki, por isso observa estas indicações com tranquilidade e, principalmente, faz aquilo que te ensinaram.

Podemos alinhar os chakras de baixo para cima, para “despertar” e potenciar a energia ou podemos alinhar os chakras de cima para baixo, para “despertar” e potenciar a energia. De propósito, fiz a referência aos mesmos efeitos, porque é mesmo assim, mas claro que de formas diferentes. Quando tu aplicas Reiki de baixo para cima, estás a trabalhar a partir do chakra raiz, ou seja, estás a trazer força ao teu suporte de vida e a levar um fogo interior de chakra a chakra. Quando aplicas Reiki de cima para baixo, estás a trabalhar a partir do chakra da coroa, despertando a entrada da energia que vem de cima, ou seja, Reiki e levando esse rio de harmonia e equilíbrio para os restantes chakras abaixo.

Vou então passar-te os conceitos para alinhar os chakras de baixo para cima, sendo que se quiseres inverter, podes fazê-lo da mesma maneira:

  1. Faz o banho seco;
  2. Liga-te à energia e recita os cinco princípios;
  3. Coloca a intenção de trazeres harmonia e equilíbrio aos teus chakras;
  4. Faz o enraizamento, para que a energia escoe;
  5. Coloca as mãos no chakra da coroa, em contacto ou a alguma distância da pele;
  6. Sente como está o chakra;
  7. Se houver necessidade, imagina que limpas o que não esteja bem no teu chakra da coroa;
  8. Agora, preenche-o com energia, deixa fluir Reiki até deixares de sentir o fluxo a correr. Se quiseres, podes até visualizar a cor do chakra, que é algo que ajuda as pessoas que são muito mentais;
  9. Quando deixares de sentir necessidade de tratar o chakra da coroa, passa então para o chakra da terceira visão e repete os mesmos passos;
  10. Vais fazendo todo esse trabalho até ao chakra raiz;
  11. Quando quiseres terminar, sente como estás, agradece e, se necessário, faz o banho seco novamente.

alinhar os chakras

Como vês, na prática de Reiki, temos várias formas de alinhar os chakras e de os trabalhar. Muito importante é tomares a consciência dos seus valores e o que representam, para que possas mudar os teus hábitos e corrigires padrões. Poderás ler muita informação sobre como alinhar os chakras e o que eles significam em O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética.

O grande livro dos chakras e da anatomia energética

O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética

A nossa anatomia energética e o conceito de Chakras que tanto usamos na prática de Reiki e em muitas outras práticas energéticas, são algo que exigem sempre muito aprofundamento. Não podemos dizer que apenas uma forma de encarar os chakras e a anatomia energética pode ser verdadeira, mas quando observamos várias perspetivas, enriquecemos muito o nosso saber e vemos que elas se complementam. Assim, sem pretenções, o Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética apresenta-se como um guia para perspetivas, para o teu desenvolvimento no tratamento e elevação dos centros de consciência que são os Chakras, assim como a compreensão de algumas questões que existem em relação à anatomia energética e o fluxo da energia.

O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética

«O nosso corpo energético é um grande mistério. E é por isso uma aventura de vida incrível partilhar as minhas pesquisas sobre o tema.»

Este é o primeiro grande manual de um autor português a sistematizar os conhecimentos sobre os centros vitais do ser humano e todas as questões relacionadas com a anatomia energética.

João Magalhães, autor do bestseller O Grande Livro do Reiki, apresenta nesta obra as questões que se colocam a quem se inicia no mundo dos chakras e pretende saber mais sobre conceitos como enraizamento, aura, prana, kundalini, entre tantos outros. Aqui se aborda a visão ocidental, mais contemporânea, e a visão oriental, mais tradicional, mostrando-se também como o trabalho sobre o campo energético se pode revelar uma autêntica filosofia de vida.

Um livro indispensável que o ajudará a:
– Conhecer em profundidade os chakras principais e também os secundários;
– Aprender técnicas de limpeza e proteção energética;
– Compreender os diferentes mantras e mudras;
– Dominar uma filosofia de vida assente na integridade, na compaixão e na bondade.

Como sentir os chakras

Os chakras representam também os nossos centros de consciência e não apenas a energia que está em nós. Por isso mesmo, termos a percepção de como eles estão pode ser muito benéfico para nós, não só como um processo de autoconsciência, mas também como processo terapêutico.

Como sentir os chakras com a prática de Reiki

Existem muitas formas para sentir os chakras mas nada melhor que começar pelo poderá ser simples. Podemos ter duas abordagens, a percepção que o chakra irradia para as mãos, o byosen, ou então a percepção do que sentimos interiormente.

Sentir os chakras pelas mãos

  1. Começa por te ligar à energia, deixa-a fluir para a tua mente e coração, para as mãos;
  2. Depois, com as mãos em concha, como se fosse o disco de uma parabólica, coloca os dedos unidos ou ligeiramente separados, como for melhor para ti;
  3. Inicia a percepção no Chakra da Coroa;
  4. O que sentes, que tipo de irradiação é enviada para as mãos;
  5. Tenta compreender o byosen e também o que sentes que a energia te pede, a resposta natural do que pretendes fazer;
  6. Continua para o Chakra da Terceira Visão e vai seguindo para os restantes, lentamente;
  7. Quando quiseres terminar, agradece.

A meditação para sentir os chakras

A outra forma de sentir os chakras é através da meditação, ou seja, da concentração num determinado momento, numa determinada condição.

  1. Começa por te sentar confortavelmente;
  2. Esvazia a mente, cria um espaço onde possas estar confortável, sem a perturbação dos pensamentos;
  3. Vamos começar pelo Chakra Raiz;
  4. Imagina-te no centro do Chakra Raiz e tenta sentir como está o ambiente ao teu redor, como te sentes ali dentro;
  5. Retém essa tua percepção e ao inspirar, imagina que vais para o Chakra Esplénico;
  6. Sente como é estar dentro dele;
  7. E assim sucessivamente, vai passando para o Plexo Solar, Cardíaco, Laríngeo, Terceira Visão e Coroa;
  8. Quando quiseres terminar, agradece.

Como nem sempre os chakras estão em equilíbrio, podes ter percepções mais estranhas, por isso, no final, poderás querer fazer o autotratamento e sem dúvida que o banho seco.

Cinco princípios para observar os chakras

Os cinco princípios de Reiki são os nossos pilares de atenção e elevação da consciência, conseguimos construir muito com eles, até a compreensão dos nossos chakras, os centros energéticos que estão no nosso corpo subtil.

Os chakras e o seu entendimento pelos cinco princípios

Os chakras são centros energéticos que correspondem a estados de consciência, que afectam e são afectados pela nossa mente e coração. Os pensamentos, sentimentos e emoções que temos afetam a sua energia e vice-versa. Compreendemos então que a energia vem também da nossa forma de estar e de ser, que devemos não só nos trabalhar energeticamente, mas principalmente ao nível da consciência. Temos 7 chakras principais dentro do corpo e dois chakras transpessoais, acima da cabeça.

Então estes nove centros principais de energia são nove centros de consciência, podemos, de uma forma simples, indicá-los como:

  1. Chakra Raiz – EU SOU;
  2. Chakra Esplénico – EU SINTO;
  3. Chakra do Plexo Solar – EU FAÇO;
  4. Chakra Cardíaco – EU AMO;
  5. Chakra Laríngeo – EU COMUNICO;
  6. Chakra da Terceira Visão – EU VEJO;
  7. Chakra da Coroa – EU COMPREENDO;
  8. Chakra Estrela da Alma – EU SOU O QUE EU SOU;
  9. Chakra Portal Estelar – EU SEI.

Para cada um destes chakras, podemos trabalhar os cinco princípios para compreender os bloqueios que ainda neles existem. Como por exemplo.

Existem bloqueios ao nível do chakra raíz que nos levam a não estar enraizados, podemos sentir isso por estarmos muito com a cabeça no ar, ou demasiado desligados da realidade, então podemos trabalhar os princípios da seguinte forma:

  • Só por hoje, sou calmo – Porque há algo que me leva a querer estar fora de mim, fora do meu centro, ou deste momento presente?
  • Confio – Porque não aceito que em primeiro lugar está a minha própria força vital e vida que preciso construir? Porque me sinto sempre a fugir?
  • Sou grato – Toda esta agitação que sinto, que lições me traz? O que me leva a refletir e a ter que mudar na vida?
  • Trabalho honestamente – Como tenho trabalhado a minha consciência para mudar as atitudes ou ações que me levam a agir desta forma perante a questão que tenho? De que forma me irei disciplinar?
  • Sou bondoso – Como compreendo que é através da integração comigo mesmo, com o conseguir estar ligado, conectado, que posso ter uma vida mais harmoniosa e equilibrada?

Com este exemplo, trabalhamos algumas questões do Chakra Raiz, tão importante para a nossa sustentação e vida. Experimenta fazer o mesmo com os seguintes chakras, refletindo nos seus aspectos conscientes…

A mão emissora e receptora no Reiki

É através das nossas mãos que Reiki flui. Para uns, as duas mãos são idênticas, para outras há a mão emissora e a mão receptora. Mas porque será que isto assim é?

A diferença entre a mão emissora e a mão receptora

Reiki não tem polaridade, não dá choques eléctricos, nem são enviadas bolas de energia. É um fluxo, é uma espécie de onda que flui das mãos para o corpo energético da pessoa receptora. Para muitos praticantes, a energia flui de forma idêntica pela mão esquerda e pela mão direita, mas para outros praticantes, poderá não ser bem assim.

Há quem tenha percepções diferentes de mão para mão, na mesma posição e isso poderá ser uma indicação de mão emissora e mão receptora. Tipicamente diz-se que a mão esquerda é receptora e a mão direita a emissora, no entanto não se deve entender como ser uma regra. Uma boa forma de sentires se a tua mão é emissora ou receptora é fazeres um exercício simples:

  1. Coloca a mão esquerda com a palma virada para cima, sem dobrares o pulso, ou seja, na continuação do braço;
  2. Depois, coloca a mão direita com a palma virada para baixo, sem dobrares o pulso;
  3. Coloca as mãos numa direcção perpendicular uma da outra;
  4. Visualiza a energia a fluir de uma palma para a outra;
  5. Quando quiseres, faz o contrário, a mão direita virada para cima, a mão esquerda virada para baixo.

Se sentires diferenças notórias, então poderás ter a mão emissora e receptora, ou seja, uma deixa fluir mais energia, a outra sente mais a energia.

Experimenta na tua prática sentir a energia com a tua mão receptora e depois com a mão emissora, para verificares se realmente é assim.

Se ficares com muita impressão, mesmo após fazeres o banho seco, podes lavá-las com alcool e depois água corrente.

Tratar um chakra com Reiki

O autotratamento de Reiki ou o tratamento a outros com Reiki, implica também o tratamento de um chakra ou mais. Os chakras são os nossos centros de energia vital, segundo a tradição hindu, recebem e emitem energia e são também afectados pelas nossas condições mentais e emocionais, assim como também as afectam.

Como tratar um chakra com Reiki

O tratamento de um chakra com Reiki é um bom exercício de visualização e criatividade. Quanto mais criativo fores com a energia, melhor tudo funcionará.

Então, para tratares um chakra, tem em atenção o seguinte:

  1. Depois de te ligares à energia, coloca as tuas mãos sobre o chakra, se quiseres, ligeiramente afastadas do corpo;
  2. Sente como está o chakra interiormente, que energia está nele;
  3. Se a energia estiver em desequilíbrio, imagina que “esvazias” o chakra, que limpas a sua energia;
  4. Depois, deixa fluir a energia Reiki para “dentro do chakra”;
  5. Se quiseres, podes visualizar a energia Reiki com a cor do chakra que estás a trabalhar (se bem que na prática de Reiki não existem cores);
  6. Quando sentires que o chakra está bem brilhante e forte, podes passar ao seguinte ou terminar o teu tratamento.

Podes ler sobre o potenciar do autotratamento com os chakras no livro Reiki Guia para Uma Vida Feliz, ou então desenvolver a sua percepção e tratamento com Reiki Guia do Método de Cura.

Regressão

As regressões num tratamento ou autotratamento de Reiki

As regressões são uma ligação a determinada energia nossa que surge na forma de uma memória do passado. As regressões, por si, não fazem parte da prática de Reiki ou do método Usui Reiki Ryoho, também não surgem commumente, no entanto, nada como esclarecer porque em algumas situações poderão acontecer.

As regressões durante um tratamento ou autotratamento Reiki

Quando estás a praticar Reiki, em ti mesmo ou noutra pessoa, o receptor poderá ter uma breve ou até mesmo prolongada regressão. No sentido comum, uma regressão é a percepção de uma determinada vida passada. Claro que isto traz muitas interpretações e até dúvidas, que são naturais.

O que é uma regressão para quem não acredita em vidas passadas

Se tens a percepção de uma regressão e não acreditas em vidas passadas, pensa que tudo é energia, que essa energia que te surgiu, enquanto estavas a tratar determinada posição, contém um ensinamento e uma influência. Não precisas acreditar em vidas passadas para escutares determinada sensação.

Presta atenção ao que essa energia te traz como sensação, o que será que significa, tendo em conta o local em que estás a trabalhar. Vai observar o significado desse chakra para tentares compreender melhor.

O que pode despoletar regressões

Reiki traz harmonia e equilíbrio, então, se estiveres com alguma energia que precise ser harmonizada, ou trazida à consciência, essa tal regressão poderá ser despoletada. Lembra-te, novamente, que tudo é energia. A regressão pode surgir para que essa energia seja limpa, ou pode surgir como explicação para muitos actos ou percursos que temos estado a percorrer.

O que podemos aprender com regressões

A energia de uma regressão pode mostrar-nos que tipo de energia nos está a influenciar neste momento presente. É, por assim dizer, uma lição de vida que devemos escutar. Não é preciso acreditar em vidas passadas, mas sim compreender o significado mais profundo, a sensação mais profunda, que esta experiência traz.

Acima de tudo, não te podes prender à experiência, nem no bom sentido nem no mau, com isto quero dizer que, se numa “regressão” ou autoregressão tu vires que és um grande Rei, não deixes que isso te suba à cabeça, mas aprende com essas lições. Se vires que és uma pessoa que cometeu más acções, não fiques triste, aprende com essa sabedoria.

Assim, a energia das regressões ajuda-nos a compreender que todos temos muitos percursos ao longo da vida, que ninguém é mais do que o outro e que todos estamos num caminho muito bonito de aprendizagem. Como o Mestre Usui dizia, estamos a “guiar para uma vida pacífica e feliz“.

O oitavo chakra a estrela da alma

O oitavo chakra é também chamado de Estrela da Alma e é um chakra exterior ao nosso corpo, como o Chakra da Terra. A sua cor é, geralmente, branca, mas poderá ser interpretado ou sentido com outras cores.

O oitavo chakra e o nosso caminho

A Estrela da Alma é o “reservatório” deste nosso caminho de vida. É por isso que muitas pessoas cujo número de vida é o 8 se sentem um pouco perdidas e questionam muito a sua existência e rumo. Isto acontece porque o chakra está fora do corpo, assim como a própria consciência da pessoa, então, ela necessita trazer a si mesma a energia do oitavo chakra. Como se fosse uma cascata que flui desde o topo da cabeça até ao nosso enraizamento.

Como ligar ao oitavo chakra

Nesta técnica não te esqueças do enraizamento e em caso de dúvidas, faz a técnica acompanhado.

  • Imagina-te no interior do chakra da coroa;
  • Imagina que olhas para cima e que visualizas uma estrela brilhante por cima de ti, mais ou menos a cinquenta centímetros;
  • Visualiza um cordão dourado a unir o chakra da coroa com o oitavo chakra;
  • Quando quiseres, ao inspirares, sobre até ao centro do oitavo chakra;
  • Sente a energia que te envolve;
  • Quando quiseres voltar, imagina olhar para baixo e ao expirar, desce;
  • Quando regressares, traz esse bem estar para dentro de ti.

Cristais para o oitavo chakra

A phenacite, quartzo litio, Diamante Herkimer, serafinite, entre muitos outros são alguns dos cristais que podes usar para despertar e potenciar a energia do oitavo chakra.

oitavo chakra

chakra da terra

O chakra da Terra

O chakra da Terra é também chamado de Chakra Estrela da Terra e fica localizado a cerca de 20 cm abaixo dos nossos pés. Mas o que poderá ter este chakra de tão importante para nós?

O chakra da Terra e o enraizamento

O chakra da Terra encontra-se fora do nosso corpo físico, é um dos chakras exteriores mais importantes e é ele que possibilita o nosso corpo energético estar ligado à energia da Terra. Quando fazemos a técnica do enraizamento, na verdade, não estamos a fazer uma “ligação” directa à Terra, mas sim ao nosso chakra da Terra e esse sim, por sua vez e muito naturalmente, liga-se à Terra. A sua função é a de intermediário, como a do oitavo e nono chakras, que se ligam à energia do “Céu”.

Como te ligares ao chakra da Terra

O chakra da Terra tem a vibração mais “baixa” de todos, pelo que te poderás sentir demasiado pesado ou denso, por isso mesmo realiza a prática com cuidado ou acompanhado. Podes experimentar o seguinte:

  1. Leva a tua atenção até ao chakra da raiz;
  2. Imagina que olhas para baixo e que tens um cordão muito brilhante e forte que o liga até ao chakra da Terra, abaixo dos teus pés;
  3. Quando quiseres, inspira e ao expirar, imagina que vais a descer até ao centro do chakra da Terra;
  4. Sente a energia que te rodeia e potencia a tua força interior com essa energia;
  5. Quando quiseres regressar, ao inspirar, sobe até ao chakra raiz;
  6. Fica algum tempo centrado na tua respiração e leva a atenção até ao tanden ou ao coração.

Chakra da Terra

O chakra da Terra e cristais

Se gostas de cristais, podes trabalhar com alguns que potenciam e ligam-te à energia do chakra da Terra. São eles a Staurolite, Ágata Fogo, Turmalina negra, Obsidiana e Ónix. Como reparaste, são cristais mais escuros, por isso até poderás encontrar em um Morion, um quartzo exposto naturalmente à radiação de urânio, a ligação que procuras. Os cristais mais recomendados são os de cores de terra, castanhos, vermelhos escuros e mesmo pretos.

Workshop de Chakras e Anatomia Energética em Guimarães (Janeiro)

O que recebe a energia que nos vitaliza? Como emite a energia que sentimos e como mudar quando não está bem? Conhecer os Chakras e a nossa anatomia energética é muito importante e uma ferramenta complementar na prática de Reiki.

Workshop de Chakras e Anatomia Energética

Este workshop foi criado para auxiliar o praticante e os terapeutas de Reiki com outras perspectivas sobre o campo energético ou mesmo o desenvolvimento de competências já adquiridas nos cursos. Iremos praticar bastante em nós, reconhecendo os chakras, como estão e como os melhorar.

Conhecer o nosso corpo, a forma como pensamos e sentimos é importante, assim como é importante conhecer a nossa dimensão energética. Neste curso iremos abordar os seguintes temas:

  • Percorrer os nossos canais energéticos
  • Conhecer os chakras e suas características, do 1º ao 7º, reconhecimento do 8º, 9º e o sub-chakra da terra
  • Meditar com chakras
  • As várias representações dos chakras
  • Avaliação de chakras – sentir pelas mãos, pela terceira visão
  • Trabalhar com os nossos chakras
  • Trabalhar com os chakras dos outros
  • A comunicação energética
  • Compreender a Aura
  • Medir a Aura
  • Limpar, remover bloqueios e harmonizar as nossas camadas energéticas
  • Técnicas de protecção energética

Datas:

16 e 17 de Janeiro – 19 às 21h30, no CENIF Guimarães.

Inscrições:

Email: cenifguimaraes@gmail.com

Como equilibrar um chakra que esteja mais pequeno ou maior

Ao fazeres a prática de autotratamento Reiki, poderás começar a sentir que um chakra está muito maior e outro muito pequeno. Com a prática de Reiki, poderás equilibrar o chakra e de formas muito simples.

Como equilibrar um chakra que esteja mais pequeno ou maior, com Reiki

Em primeiro lugar, precisas definir o tamanho ideal de um chakra. É claro que de pessoa para pessoa esse tamanho pode variar, mas o que verdadeiramente importa é a indicação que tu dás à energia para que a tua terceira visão consiga compreender correctamente o que tem a interpretar e medir.

Como definir o tamanho padrão

Esta é uma mera indicação, poderá depender de pessoa para pessoa e vários autores podem até ter interpretações muito díspares, mas nada como experimentares.

  • Coloca as mãos no chakra cardíaco, palma contra palma;
  • Começa a medição desde a fronteira do teu peito e vai aproximando as mãos até chegares a uns 20/30 cm de distância entre as palmas das mãos;
  • Indica algo como “Este é um chakra equilibrado”;
  • Vai agora testando este tamanho com vários chakras verificando como estão.

Como perceber o tamanho de um chakra

Ao fazeres o exercício anterior, vais perceber que entre as mãos sentirás resistência, quando sentires essa resistência, significa que encontraste o “limite” sensível do chakra. Como exercício só de percepção, podes fazer esse sentir por todos os chakras percebendo os seus limites e vendo quais estão maiores ou mais pequenos.

Como aumentar o tamanho de um chakra

  • Coloca as mãos no chakra;
  • Deixa fluir a energia, se quiseres, com a cor do chakra;
  • Faz o Joshin Kokyu Ho e a cada expiração, imagina o chakra a crescer até aos 20/30 cm;
  • Visualiza-o a crescer como um sol brilhante;
  • Faz a prática pelo menos durante 15 a 30 minutos.

Tenta perceber porque razão tinhas tão pouca energia nesse chakra e o que tens que trabalhar em ti para que essa característica da energia aumente.

Como diminuir o tamanho de um chakra

  • Coloca as mãos no chakra, para enviares Reiki;
  • Sente como está o chakra interiormente e limpa a sua energia, como se estivesses a esvaziar e a voltar a colocar lá energia renovada;
  • Podes visualizar a cor do chakra com o fluxo da energia Reiki;
  • Experimenta fazer o Joshin Kokyu Ho enquanto envias a energia;
  • Experimenta fazer a prática durante pelo menos 15 minutos;
  • Recita também os princípios dentro desse chakra.

Algo de importante é perceberes porque razão esse chakra está maior, o que o leva a estar mais aberto, como é que isso te influencia no dia-a-dia e de que forma o seu esforço extra é positivo e negativo para ti ou para a pessoa que estás a tratar.

Como reforçar o chakra

Ao terminares o teu tratamento ao chakra para ele aumentar ou diminuir, podes fazer um pequeno truque que será imaginar à volta do chakra uma “cinta”, um anel muito brilhante da mesma cor do chakra. Claro que esta técnica não durará muito tempo mas pode ajudar-te a compreender o que é estar com o chakra equilibrado e o que precisas fazer para que passe sempre a estar equilibrado.

Page 1 of 4

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén