Mikao Usui

9 de Março de 1926, a passagem do Mestre Usui

O Mestre Usui faleceu com um segundo (ou terceiro) AVC, a 9 de Março de 1926. Pelos seus alunos, era considerado “Um homem de grandes virtudes” e teve mais de 2000 alunos, muitos dos quais eram oficiais de Marinha, políticos, jornalistas e outras pessoas influentes na sociedade. O que ele nos deixou de legado com a sua partida?

O legado do Mestre Usui

Com o seu falecimento, o Mestre Usui deixou dois caminhos de sucessão, um foi através da sua Associação a Usui Reiki Ryoho Gakkai, que ainda hoje existe para praticantes japoneses e o outro foi através do seu aluno e médico, o Dr. Chujiro Hayashi que fez a ponte com o ocidente e graças a ele, Reiki chegou a nós pois sentiu que podia ensinar no ocidente, primeiro aos japoneses no Hawai, mas cujas sementes levaram Reiki ao mundo inteiro.

Estes caminhos traziam a mesma mensagem “A missão do Usui Reiki Ryoho é guiar para uma vida pacífica e feliz, curar os outros, melhorar a sua felicidade e a nossa própria”.

Para isso, o Mestre Usui deixou-nos uma filosofia de vida profunda assente em cinco princípios, e uma prática que nos leva à conexão, ao entendimento da energia que nos rodeia e está em nós mesmos. O Mestre Usui apenas ensinou durante quatro anos o seu método, mas este vive dentro de ti, da tua prática, da sabedoria e amor que levas aos outros.

Muito obrigado Mestre Usui, muito obrigado a ti querido praticante…

Podes ler mais sobre a vida do Mestre Usui no livro Reiki Usui.

Templo Saiho, Memorial do Mestre Usui, Novembro 2023

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.