Tratamentos de Reiki

Oh não! Será que apliquei mal Reiki

Várias situações podem fazer-nos pensar que de alguma forma apliquei mal Reiki, mas dentro dos conceitos da prática, criados pelo Mestre Usui, o que poderá haver de certo ou de errado?

Compreender como podemos discernir se apliquei mal Reiki ou não

Neste contexto, excluí-se no artigo as situações de má prática ética que podem ter várias formas e dimensões na vivência, no voluntariado e no contexto profissional. Vamos apenas focar-nos na energia e na aplicação de Reiki a outros e a nós mesmos.

Muitas vezes, quando surge o pensamento de “apliquei mal Reiki” é relativo à reação que a pessoa teve ao receber. Por exemplo, a pessoa tem uma indisposição na cabeça e fica com mais dores de cabeça, ou sente-se indisposta e tem diarreia após a sessão de Reiki.

Isso não tem propriamente a ver com uma má aplicação, mas sim com o fluxo bloqueado de energia do primeiro caso e da desintoxicação no segundo caso.

Da mesma forma, ao aplicar o autotratamento, há alturas em que parece que os problemas se acentuam ou os pensamentos ficam ainda mais ativos. Isso acontece por a energia estar a desintoxicar, no primeiro caso, e a trazer ao consciente o que há a resolver, no segundo caso.

Então não há uma má aplicação de Reiki nestes casos, há sim efeitos que nem sempre têm a melhor reação consciente da pessoa, mas que se tratam de reações do corpo à desintoxicação. Muitas vezes isto mostra-nos que algo requer tempo, que são precisas muitas sessões e um acompanhamento mais aprimorado do que se está a tratar.

Então, o sentir-se mal ao receber Reiki, por vezes é um bom sinal de desintoxicação. E aqui reforço novamente que tal é o resultado de uma boa prática e de Reiki, não do trabalho enganoso por parte de quem não tenha competências para praticar Reiki.

Continua a praticar Reiki em ti mesmo e aprimora as formas e o conhecimento de aplicar Reiki nos outros.

Podes ler mais sobre a aplicação de Reiki em Reiki, guia do método de cura.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.