2022 - 100 anos de Reiki, Cultivar a Tolerância,  Compaixão

Recorda a compaixão por ti

Praticamos Reiki na base de uma filosofia de vida assente em cinco princípios. O último deles fala-nos de bondade e todos se relacionam com a compaixão.

Os princípios pedem-nos uma reflexão profunda na nossa vida, mas como o fazer sem sermos autocríticos ou nos afundarmos no que não conseguimos fazer?

A compaixão por nós mesmos é a atitude que nos enraiza

O que é a compaixão? É o alívio do sofrimento, ou seja é a ação que nos pode tirar de um processo de incoerência que nos inquieta, ou de uma dor que temos.

Quando praticamos os cinco princípios fazemo-lo porque?

Para a melhoria do corpo e da mente“, como dizia o Mestre Usui.

O que queremos melhorar é algo que nos pode levar ao sofrimento ou que nos está a fazer sofrer e por isso, a nossa prática assente numa base de compaixão. Eu sou calmo para aliviar o sofrimento da minha inquietude. Eu confio para aliviar o sofrimento da minha preocupação.

Da mesma forma, alivio o sofrimento do que se passa na minha vida pela gratidão e organizo a vida sendo diligente para o que é verdadeiramente importante, aliviando o stress de tantas requisições.

Então, tudo na nossa prática de Reiki nos pede para não nos esquecermos de nós, para sabermos aliviar o nosso próprio sofrimento, estando conscientes do que temos a fazer, de mente e coração.

Ser compassivo ajuda-nos a estar presentes e isso leva-nos a uma sensação de viver em pleno.

Só por hoje… vale a pena praticar.

Podes ler mais sobre a prática compassiva em Só por hoje, Estou aqui para ti.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.