A interação pessoal com um praticante de Reiki diminui os danos microvasculares induzidos por ruído num modelo animal – Estudo académico

Os estudos sobre os benefícios de Reiki acabam sempre por ter um grande ponto de travagem – a amostragem e a repetição dos mesmos noutras condições. Num outro contexto, fazer testes em animais não é muito humano e requer de nós um esforço compreender que talvez seja uma única possibilidade para testar algo que possa ajudar no futuro, tanto humanos como animais.

A apresentação deste estudo não serve para apoiar testagens em animais, apenas para apresentar o que foi investigado por Amy Vitale.

Segundo Amy Vitale, a autora deste estudo “o uso de animais como sujeitos experimentais em estudos de Reiki, ao invés de humanos, tem duas vantagens significativas: primeiro, as interpretações experimentais não são obstruídas pela variável de crença ou ceticismo em relação ao Reiki; e segundo, as condições de vida dos sujeitos, antes, durante e depois do tratamento, são estritamente controladas. O presente estudo foi desenhado para determinar se a aplicação de Reiki reduz os efeitos deletérios do stress induzido pelo ruído na permeabilidade microvascular em ratos. Estudos anteriores mostraram que quando ratos são expostos a ruído ambiental excessivo, ou a um ruído diário (amplitude e espectro de frequência controlados) por 15 minutos, são produzidos vazamentos nos microvasos mesentéricos.

A interação pessoal com um praticante de Reiki diminui os danos microvasculares induzidos por ruído num modelo animal

Objetivo: Determinar se o Reiki, um processo de transmissão de energia de cura, pode reduzir significativamente o vazamento microvascular causado pela exposição a ruído excessivo usando um modelo animal.

Justificativa: O Reiki começa a ser usado em hospitais para acelerar a recuperação. Apesar de muitos relatos que descrevem o sucesso do Reiki, poucos estudos científicos existem (à data do estudo) e nenhum deles usa animais. Os modelos animais têm a vantagem sobre os seres humanos por fornecerem experiências bem controladas e facilmente interpretáveis. O uso de ruído é relevante para pacientes hospitalares devido ao ruído ambiente excessivo em hospitais no Reino Unido e nos Estados Unidos. O ruído alto pode levar a vários distúrbios não auditivos em humanos e animais que prejudicam a recuperação. No rato, o stress do ruído danifica a microvasculatura mesentérica, levando ao vazamento de plasma para o tecido circundante.

Projeto: Um grupo de quatro ratos recebeu simultaneamente ruído e Reiki diariamente, enquanto dois outros grupos receberam Reiki “falso” ou apenas ruído. Um quarto grupo não recebeu ruído ou tratamento adicional. A experiência foi realizada três vezes para testar a reprodutibilidade.

Medidas de resultado: Número médio e área de vazamentos microvasculares para albumina fluorescente por unidade de comprimento de vénula.

Resultados: Em todas as três experiências, Reiki reduziu significativamente as medidas de resultado em comparação com os outros grupos de ruído (falso Reiki e ruído sozinho) (p Ͻ 0,01).

Conclusões: A aplicação de Reiki reduz significativamente o vazamento microvascular induzido por ruído num modelo animal. Quer esses efeitos sejam causados pelo próprio Reiki ou pelo efeito relaxante do praticante de Reiki, esse procedimento pode ser útil para minimizar os efeitos do stress ambiental em animais de pesquisa e pacientes de hospitais.

Podes fazer o download do PDF deste estudo aqui…

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.