Talvez um dos estudos mais antigos sobre os efeitos de Reiki

Em 1985 surge um estudo (Schlitz, Marilyn. J. Braud e William. G.) publicado na revista PSI Research, cujo título é “Reiki-plus natural healing: An ethnographic/experimental study”. Pelas várias pesquisas feitas, este parece ser (possivelmente) o primeiro estudo sobre os efeitos de Reiki, no campo etnográfico e experimental.

Reiki-plus tratamento natural: Um estudo etnográfico/experimental

Este estudo observou a habilidade de 3 praticantes de cura mental que se especializaram em um método específico de cura por “energia” (Reiki) para auxiliar Ss voluntários que não tinham problemas de saúde específicos.

Durante as sessões experimentais, a resistência da pele de Ss foi monitorizada e uma leitura do polígrafo dessa atividade foi exibida para o terapeuta, que foi isolado numa sala separada a 20 m de distância.

Cada sessão incluiu 10 períodos de influência (tratamento) de 30 segundos (durante os quais o curador tentaria acalmar a atividade autonómica do S por meio de várias estratégias mentais) e 10 períodos de controle de 30 segundos (durante os quais o terapeuta não faria nada ou tentaria ativar o sistema de atividade fisiológico do S).

Embora os resultados gerais não tenham sido estatisticamente significativos, o estudo forneceu extensos dados qualitativos etnográficos e fenomenológicos sobre a cura Reiki.

Fonte: PsycINFO Database Record (c) 2016 APA, todos os direitos reservados

Este estudo parece estar relacionado com um envio à distância de Reiki, sendo curiosos os termos “influenciar” e “cura mental”, que mostra o pouco esclarecimento e conhecimento que havia sobre Reiki na altura.

Outros estudos realizados na década de 80 e 90

A década de 80 parece ter conhecido ainda um outro estudo, em 1989 e a década de 90 reportou pelo menos 9 estudos sobre a prática de Reiki.

  • Wetzel MS. Reiki healing: A physiologic perspective. J Holistic Nurs 1989;7:47-54.
  • Wirth DP, et al. The effect of complementary healing therapy on postoperative pain after surgical removal of impacted third molar teeth. Complement Ther Med 1993;1:133-138.
  • Wirth DP, Barrett MJ. Complementary healing therapies. Int J Psychosom 1994;41:61-67.
  • Tattam A. Reiki—healing and dealing. Aust Nurs J 1994;2:3,52.
  • Barnett L, Chambers M. Reiki Energy Medicine: Bringing Healing Touch into Home, Hospital, and Hospice. Rochester, VT: Healing Arts Press; 1996.
  • Wirth DP, et al. Haematological indicators of complementary healing intervention. Complement Ther Med 1996;4:14-20.
  • Thornton LM. A study of Reiki, an energy field treatment, using Rogers’ science. Rogerian Nurs Sci News 1996;8:14-15.
  • Olson K, Hanson J. Using Reiki to manage pain: A preliminary report. Cancer Prev Control 1997;1: 108-113.
  • Alandydy P, Alandydy K. Using Reiki to support surgical patients. J Nurs Care Qual 1999;13:89-91.
  • Mansour AA, et al. A study to test the effectiveness of placebo Reiki standardization procedures developed for a planned Reiki efficacy study. J Altern Complement Med 1999;5:153-164.

Nenhum estudo consegue comprovar a “eficácia” da aplicação de Reiki ou porque os dados são demasiado subtis ou porque a amostragem é demasiado pequena, no entanto algo parece ser comum em todos, a sensação de bem-estar de quem recebe. Estando em dor, em sofrimento, o que realmente importa?

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.