A prática da meditação para a bondade

A bondade permite-nos cultivar desapego, assim como ter uma leveza perante as situações exigentes na vida, mas muitas vezes queremos ser bondosos e não sabemos como.

Realizar a prática da meditação para a bondade, ou metta, pode ser uma boa solução.

A meditação para a bondade

Existem várias formas de praticares esta meditação, assim como a escolha das frases. Para as frases, tenta sentir as que te façam mais sentido e aqui fica um exemplo:

  1. Começa por fechar os olhos e escutar o teu corpo;
  2. Respira profundamente até te sentires mais calmo e permite que a tua respiração regresse a um ritmo natural;
  3. Foca-te, com intenção e vontade, nas frases que vais dizer;
  4. Em primeiro foca a bondade para ti – “Eu estou bem, eu estou feliz, eu tenho saúde, eu estou em paz”;
  5. Depois, dirige este foco a uma pessoa tua amiga – “Que estejas bem, que estejas feliz, que tenhas saúde, que estejas em paz”;
  6. Quando quiseres, partilha o teu desejo genuíno de bondade com alguém que não conhecer – “Que estejas bem, que estejas feliz, que tenhas saúde, que estejas em paz”;
  7. No próximo passo, vamos para alguém que represente um desafio para nós – “Que estejas bem, que estejas feliz, que tenhas saúde, que estejas em paz”;
  8. Finalmente, vamos colocar este desejo para todos os seres vivos e para o planeta – “Que estejam bem, que estejam felizes, que tenham saúde, que estejam em paz”.

A meditação para a bondade é uma forma de agir positivamente, de cultivar bons pensamentos e de produzir boa energia.

1 thought on “A prática da meditação para a bondade”

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.