Ver Claramente – um ebook

A maioria de nós tem uma ideia do que constitui o espaço fora de nós – é o ambiente em que vivemos. Isso inclui a casa em que vivemos, a cidade em que vivemos ou até o mundo onde vivemos. Precisamos administrar o espaço fora de nós. Por exemplo, se desejamos viajar, precisamos saber que rota usar, que tipo de transporte precisamos, quanto tempo é necessário, o que precisamos levar para a viagem e que potenciais problemas podemos encontrar ao longo da viagem ou caminho. Se planearmos com antecedência, é provável que tenhamos uma viagem maravilhosa. Viagens mais longas, como viajar à volta do mundo ou para o espaço sideral, exigem um planeamento muito mais extenso, mas as considerações são praticamente as mesmas. Se nos esforçarmos para planear e entender, teremos uma boa oportunidade de gerir o espaço fora de nós.

Mas há um limite para o espaço que está fora de nós, o que podemos chamar de o nosso “espaço externo”.

Independentemente de quão poderosos ou engenhosos somos, a extensão do nosso espaço externo ainda é muito limitada. Alguns podem discordar porque agora temos a capacidade de enviar pessoas para a Lua ou para longínquas estações espaciais. Embora essas maravilhas sejam uma realidade, a área que podemos cobrir ainda é apenas um pequeno canto do nosso sistema solar. O sistema solar é uma fração minúscula de galáxia e existem milhões e milhões de galáxias no universo. Por mais que tentemos, o espaço em que podemos deixar a nossa marca, no esquema do universo, é tão insignificante quanto uma partícula de poeira. A maioria de nós passa a vida inteira a tentar acumular o máximo de “espaço” possível na forma de terras ou bens materiais, mas há um ditado chinês que coloca isso em perspetiva: “Com dez mil acres de terra fértil, dormimos num espaço de dois metros à noite”.

O espaço dentro de nós, o nosso “espaço interno”, é outra história. É sem forma e difícil de visualizar ou compreender. Buda disse-nos que o espaço dentro de nós é muitas vezes maior que o espaço fora de nós. Um dos sutras diz: “A mente abrange o espaço do universo, atravessando reinos tão 7 

numerosos quanto os grãos de areia no Ganges”. Deveríamos conhecer o espaço dentro de nós, em vez de nos preocuparmos com o espaço fora de nós. 

Ver Claramente é uma obra do Ven. Mestre Hsing Yun com tradução para o português por João Magalhães. Podes ler o PDF aqui…

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

1 thought on “Ver Claramente – um ebook”

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.