Tratar a energia do fígado pela prática de Reiki, uma aproximação

Reiki observa o nosso corpo pela sua energia e o fígado é incrivelmente importante pois serve como uma espécie de filtro emocional. Se a energia do fígado está demasiado obstruída ou em deficiência, os resultados poderão ser muito complicados para nós.

Como aplicar Reiki no tratamento da energia do fígado

Apesar do fígado ter uma boa capacidade regenerativa, a sua energia fica afetada não só pela parte física, mas também emocional.

Da mesma forma, quando a energia fica em desequilíbrio, o fígado retorna um desequilíbrio na parte emocional e física.

Por exemplo, quando a sua energia não consegue ser depurada, pode gerar algo como hipersensibilidade, irritabilidade, vontade de chorar por tudo e por nada, ou mesmo de berrar, por tudo e por nada.

A aplicação de Reiki para desintoxicar o fígado

Reiki promove sempre desintoxicação, ou seja, uma mudança de um estado de energia em desequilíbrio para equilíbrio e isso significa que algo irá acontecer connosco e precisamos estar atentos. Assim, no teu autotratamento, tenta fazer e observar o seguinte:

  1. Trata primeiro o Chakra Raiz;
  2. Depois, o plexo solar e observa o byosen;
  3. De seguida, coloca uma mão no fígado e outra mantém no plexo solar. O que sentes?
  4. Se sentires que a energia não flui muito bem no fígado, imagina uma espécie de enraizamento no fígado que ajuda a escoar mais depressa a energia;
  5. Depois, trata os intestinos;
  6. Aplica a técnica de desintoxicação pelo umbigo, o Heso Chiryo;
  7. Trata os rins;
  8. E finalmente o Chakra Cardíaco e o Plexo Solar ao mesmo tempo.

Presta atenção ao byosen e faz este tipo de tratamento pelo menos cinco dias seguidos. Com o nível 2 de Reiki precisas também enviar Reiki para as situações que te tenham causado este bloqueio e que por vezes surgem ao tratar.

Esclarecimento

A prática de Reiki não substitui os cuidados médicos, é apenas um auxiliar integrativo e exclusivamente do campo energético.
Quaisquer situações que perdurem devem ser avaliadas por profissionais de saúde.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.