Ter motivação pela vida com a prática de Reiki

A motivação pela vida caracteriza-se pelo nosso ímpeto para refletir, estar e agir na vida.

Nem sempre encontramos esse ímpeto, ou melhor, muitas vezes o perdemos quando situações exigentes surgem na nossa vida, como o excesso de stress, uma doença, a perda de um ente querido ou o final de uma relação.

A motivação pela vida com cinco dicas práticas

Quero abordar contigo cinco aspectos que podem ajudar-te a refletir sobre a falta de motivação pela vida.

Repara que não tens que te criticar por agora não estares motivado, é algo que acontece a todos. Muitas vezes vais acontecendo de forma surda. É um silêncio que se vai instalando, ou para outros um ruído tão grande por haver tantas coisas a fazer que depois nada se faz.

Então vamos observar cinco formas – o encontrares-te, estares presente na vida, teres consideração por ti, entrega, a doação e o receber. Como será que estes cinco pontos te podem ajudar para a motivação pela vida?

Cinco pontes para a motivação pela vida

1 – Encontra-te

Quando sentimos falta de motivação é porque de certa forma estamos perdidos de nós próprios. De alguma forma nos distanciamos e perdemos o norte de nós mesmos.

Uma forma de te encontrares é praticares meditação.

Não vai ser fácil. Tudo vai surgir. O ruído, o desespero, as emoções descontroladas, os pensamentos negativos e os desejos. Mas depois de ultrapassares esta grande fronteira, entrarás no espaço tranquilo da tua mente.

Aí encontrarás o que procuras – tu mesmo.

Experimenta cinco, dez minutos pelo menos, todos os dias.

2 – Está presente na tua vida

Pensar que a vida é só os bons momentos pode levar-nos a estados mais depressivos ou ansiosos quando surgem os maus momentos. O Mestre Usui ensinou-nos o Só por hoje.

Isto significa estar presente a cada momento da nossa vida. Só por hoje é o viver presente, é o estar na vida, qualquer que seja o momento, de forma consciente.

Nota como tantas vezes estamos em processo automático e apenas reagimos ou agimos por impulsos.

Está consciente, está presente na vida.

3 – Considera-te

A motivação pela vida também pode decrescer por não nos estarmos a considerar, ou seja, em determinado momento podemos ter perdido a valorização e consideração que devemos ter por nós próprios. Se não a tivermos, estaremos à espera que alguém nos dê e isso pode correr mal de diversas formas…

Nesta consideração por ti mesmo, observa o teu ritmo e restabelece novas etapas e ações.

Por vezes, mudar de ritmo leva seis meses até estarmos conscientes da nova realidade. Por exemplo, há quem sempre se levante às 8h00, mas acorda às 6h00. Porque não levantar logo às 6h00 e ter novas rotinas úteis para si, como meditar, ler um pouco, tomar um pequeno almoço diferente.

Se estamos em casa, podemos sentir a tentação de ir para a televisão para “aliviar” a cabeça, mas na verdade vamos perdendo estímulo e ficando cada vez mais uma almofada de sofá. Procura novas rotinas que te estimulem. Isso é teres consideração por ti mesmo. Tem força, ela está em ti.

Aplica Reiki nos Rins, no Chakra Esplénico e ainda Chakra Cardíaco.

4 – Entrega-te

A entrega é uma forma de estar na vida. É um viver sem resistência, mas o que isto quer dizer?

Quando sentes que estás em baixo, podes entregar-te a esse sentimento, ou então podes entregar-te à motivação pela vida e às estratégias que crias para ultrapassares esse momento. Qual é a entrega que preferes?

Por vezes tomamos decisões por não estarmos a ver bem todos os percursos e opções que temos.

Experimenta escrever num papel as tuas questões, opções e decisões. Lê o que escreveste, o que te parece?

Num novo papel, escreve as resoluções positivas que queres. Entrega-te a elas. Dobra o papel, coloca entre as mãos, deixa fluir Reiki. Aplica a técnica Nentatsu Ho, para te ajudar a alcançar esse pensamento positivo.

5 – Dá e recebe

A falta de motivação pode levar-te a algum desequilíbrio na medida em que se dá e recebe. Reflete sobre isso. O que tens estado a dar a ti, aos outros e à vida?

O que tens recebido de ti mesmo, dos outros e da vida?

Atenção que isto não é para ficares a pensar que estás a dar demasiado ou a receber de menos, mas sim para compreenderes que a vida tem um apelo para ti, ela está a querer dizer-te algo para que possas realinhar-te e entrares no caminho harmonioso da tua felicidade. É fácil? Não é… requer tempo e atenção. Requer prática.

Dá, doa, entrega livremente, ajuda.

Recebe, permite-te receber, se te faltar algo diz, comunica. Permite que também os outros te ajudem.

A motivação pela vida é tão importante, pois esta é a única vida que temos neste momento presente. Por isso mesmo:

  1. Encontra-te;
  2. Está presente;
  3. Considera-te;
  4. Entrega-te;
  5. Dá e recebe.

Podes também ler o capítulo VI. Autotratamento para… (pág 299 a 364) de Reiki é Simples, a Arte de Cuidares de Ti Mesmo, que tem várias dicas que te irão ajudar.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.