Diligência – Cinco dias de autotratamento para a compaixão

A compaixão pede-nos ação e a diligência é o entendimento daquilo que realmente merece o nosso grande esforço.

Mas em que ações devemos colocar o nosso esforço?

A diligência em autotratamento para a compaixão

Este tempo pede o máximo da nossa compaixão, não só para com os outros, mas também para connosco. Tantas pessoas estão a chegar à exaustão física, mental e emocional, que se torna um desafio acordar de manhã.

Então, a nossa compaixão, o nosso esforço para ela, deve estar bem direcionado e, em primeiro lugar, em criar condições para nos sustermos diariamente.

Sem dúvida que a vida se apresenta mais e mais como sendo um barco perdido no meio de um grande oceano agitado, mas também nos mostra que se colocarmos o esforço correto nas ações corretas, que encontramos o rumo seguro e a compreensão que tudo muda.

A diligência na compaixão pede-nos entendimento, clareza, não o fazer porque achamos que devemos fazer, mas o sermos bastante conscientes no que há a fazer.

O autotratamento para a diligência

A diligência é uma força de vontade e isso podes trabalhar, por exemplo, tratando o plexo solar.

Então, começa com as mãos no plexo solar, alivia a dor emocional que lá possa estar. Se quiseres, imagina algo que tens mesmo que fazer, mas tens estado a adiar. Visualiza-te a fazer isso.

Depois, passa para o Chakra cardíaco e envolve com amor toda a vontade que queres colocar no teu trabalho.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.