Confiança – cinco dias de autotratamento para a compaixão

Compaixão, em japonês, escreve-se Jihi 慈悲, uma palavra composta por dois caracteres. O primeiro caracter quer dizer Ji, dar felicidade, alegria. O segundo caracter é hi e representa o alívio do sofrimento.

Para transmitirmos contentamento e felicidade, aliviando o sofrimento, precisamos desenvolver confiança. Confiança em saber que conseguiremos dar e confiança em saber que não devemos esperar nada em troca.

Só por hoje, confio – a confiança e o autotratamento para a compaixão

A confiança requer de nós entrega, transparência e sabedoria.

Para cultivarmos compaixão precisamos criar as condições harmoniosas para que ela cresça em nós e a segunda dessas condições é a confiança.

Como poderei ajudar o outro se não me consigo ajudar a mim mesmo?

As razões para não nos ajudarmos são inúmeras. Umas terão a ver com ideias que nos foram transmitidas, que apenas nos devíamos concentrar nos outros, outras têm a ver até com uma crença de que estamos para além da nossa própria ajuda e que pelo menos possamos ajudar os outros.

Nenhuma dessas ideias nos trará uma vida equilibrada e poderá surgir uma exaustão por empatia que pode destroçar toda a nossa boa vontade, valores e ideais. Então o que é preferível? Insistir no que nos faz tapar a nossa dor ou descobrí-la?

A (auto)Compaixão pela confiança

Se tens autoconfiança muito do teu sofrimento pode ser minorado. Recorda-te que és capaz, que tens em ti recursos valiosos e, sendo praticante de Reiki, tens ainda o benefício do autocuidado ou de receberes Reiki por parte de um amigo ou colega.

O acreditar em nós mesmos é também um suporte para a vida e um combustível quase ilimitado para o que queremos alcançar. Se as nossas condições forem boas, assim como o nosso objetivo, tudo há para que o que quer que aconteça, haja uma força interior ilimitada para nos abraçar e fortalecer.

Da mesma forma, compreendendo, sentindo e vivendo isto, conseguimos compreender a importância de empoderar os outros com a sua própria confiança, ajudando-os a descobrir os seus valiosos recursos internos.

Mais ainda, confiar é também uma forma de nos reconhecermos, validarmos quem somos.

O autotratamento para cultivar confiança para a compaixão

Como autotratamento, experimenta aplicar as mãos na região abaixo do umbigo, não só no Chakra Esplénico, mas também na região dos intestinos em toda a largura da barriga.

Experimenta também aplicar Reiki em qualquer ponto fraco que sintas em ti.

Finalmente, aplica no coração.

Em cada uma destas posições diz interiormente “Eu confio em mim” ou, se achares melhor “eu acredito em mim”.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.