Chaves iniciáticas e rituais em Reiki? Não, não.

Por vezes ouve-se falar que Reiki tem coisas como chaves iniciáticas, rituais, veneração ao mestre, mas em absoluto não tem!

O Usui Reiki Ryoho e como algumas aculturações o transformam no que não é

Em Abril de 1922 o Mestre Mikao Usui abre a sua escola (dojo) em Tóquio, para ensinar o Usui Reiki Ryoho. A este método ele chamava de Shin Shin Kaizen Usui Reiki Ryoho, ou seja, o Método de Tratamento pela Energia Universal de Usui para a melhoria do Corpo e da Mente.

Como método, ou seja, forma de ensino estruturada, o Mestre Usui ensinava ao longo de níveis técnicas para autocuidado, meditação, desenvolvimento pessoal, desintoxicação, tratamento a outros e mudança de padrões de pensamento, além de uma filosofia de vida profunda, assente em cinco princípios.

Como boa tradição japonesa, o respeito ao Mestre era algo natural, como podemos ver pela inscrição do seu memorial, no templo Saihoji, onde era considerado um homem de grandes virtudes e méritos.

Naturalmente, um homem de grandes virtudes e méritos não se auto-intitula. Não se chama a si mesmo Sensei (Mestre), mas era natural outros o chamarem pelo grande respeito que tinham. Da mesma forma, a prática de Reiki não era em segredo, não tinha rituais.

Então, será que há chaves iniciáticas – não! E rituais – não!

Podemos olhar para o que é ensinado e adaptar, dar nomes que para nós fazem sentido, mas não é correto transformar o método no que não é. Reiki é para “Guiar para uma vida pacífica e feliz”, não para criar pessoas dependentes ou formatadas no seu pensamento e razão.

A grande sabedoria traz liberdade e essa traz-nos união. Esta é a mais difícil de todas as lições a aprender. Pois um Mestre não deve “prender” um aluno e um aluno deve esforçar-se por acompanhar as aulas que o podem guiar na sua “Arte Secreta de Convidar a Felicidade”.

Tudo, em equilíbrio, faz sentido e… só por hoje, vale a pena praticar.

2 thoughts on “Chaves iniciáticas e rituais em Reiki? Não, não.”

    1. Olá Tânia
      a técnica teve várias abordagens porque ao início crê-se que não houvesse até símbolos, então é natural que nos primeiros tempos do método o processo fosse diferente.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.