Partilhar Reiki ao longo do dia

Partilhar Reiki, ou seja, partilhar a energia vital com a qual trabalhamos, não precisa ser algo feito dentro de um espaço, entre paredes, com uma marquesa, ou com outros praticantes. Podes também fazê-lo no teu dia-a-dia, de formas muito simples, mas profundamente ligadas ao Usui Reiki Ryoho.

Como partilhar Reiki ao longo do teu dia

Quando sais de casa e vês alguém, sente por essa pessoa desconhecida, ou até mesmo um vizinho, respeito como sentes quando colocas as mãos em gassho na tua prática. Este respeito é algo como “eu vejo-te, eu sinto-te, tu existes, eu existo”. É saber que aquela pessoa é tão humana como tu mesmo, que tem alegrias, mas também tristezas. Afinal, estamos todos na mesma vida.

Ao caminhares na rua, pede à energia para fluir para quem mais esteja a precisar, como se um vento de primavera saísse pelas tuas mãos e trouxesse um dia feliz para todos. Isto é partilhar Reiki com quem mais precise.

Surge sempre a questão do livre arbítrio e da autorização, mas Reiki é uma energia passiva, apenas a recebe quem que ou realmente precisa, não podemos empurrar vitalidade para ninguém. Por outro lado, quando pensamos mal de alguém pedimos-lhe autorização?

Antes de chegares ao teu trabalho, envia Reiki, para que tenhas a capacidade de participares responsavelmente no teu dia e consciência para mudares o que precisa ser mudado. Assumir responsabilidade não é andarmos pesados todo o dia, é sabermos que confiamos em nós e confiamos na vida.

Ao regressares a casa, agradece por mais um dia, envia Reiki para as situações que há a resolver, para que as possas compreender melhor.

Participa nos teus momentos familiares, pratica o “Só por hoje” com a família, estar presente e atento traz toda a diferença à vida, é viver plenamente e expressar a bondade com coerência no que pensamos, sentimos e fazemos.

Partilhar Reiki não é apenas fazê-lo formalmente numa sala, é uma forma de estar na vida e em cada momento… Só por hoje.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.