Só por hoje, Sou Grato – Cinco Dias para a nossa Coerência

Porque hei-de agradecer quando tudo me corre mal? Mas eu até faço as coisas bem, porque me continuam a correr mal? Impossível agradecer!

Feliz daquele que nunca sentiu estas situações, em que parece que tudo está contra nós, ou que independentemente do nosso esforço, nada dá. Então se tentamos fazer tudo certo, porque iremos agradecer?

O terceiro princípio para a nossa coerência

Quando estendemos a gratidão aos desafios de vida, ao que parece incoerente na nossa vida, estamos a partilhar a nossa dor, a nossa dúvida. Por um lado é um ato de humildade, por outro, de extrema sabedoria.

A gratidão é um reconhecimento total, de mente e de coração e, sem dúvida, uma das ferramentas mais valiosas para a nossa coerência. Experimenta colocar as mãos em gassho, no teu momento de aflição. Não estás a rezar, apenas concentrado, recolhido.

Do centro do teu coração, recita os cinco princípios. Depois, quando quiseres, exprime a tua gratidão pela situação “agradeço por…” e faz esse agradecimento por ser uma lição de vida, uma expressão de sabedoria que o universo te traz, para que possas ser melhor e mais consciente.

Como te sentes?

A gratidão traz-nos calma, confiança e bondade, quando feita em honestidade… São os cinco princípios expressos, num ato de reconhecimento à sabedoria que a vida nos traz.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.