Pára, coloca as mãos em gassho, respira

Quando tudo parece desmoronar, pára… coloca as mãos em gassho… respira.

Como a prática de Reiki nos pode ajudar, de forma tão simples, mas tão profunda?

O estar no momento presente para lidar com o momento presente

Há sempre uma altura na vida que nos traz desafios. A nossa vida parece desmoronar, ou tudo o que nos rodeia parece estar a cair ou enlouquecer. Não conseguimos controlar ou mudar o que nos rodeia, mas podemos controlar a forma como reagimos e estamos perante a situação do momento presente.

Uma das formas de o fazer é cumprindo exatamente o que nos é ensinado no nível 1 de Reiki – estar no momento presente.

Estar no momento presente não é uma alucinação, é um treino da mente, é o encarar a situação sem o julgamento reactivo do passado ou a expectativa ansiosa do futuro, mas com um olhar amplo e sereno, racional e equilibrado.

Como o podemos fazer?

Imagina que estás em casa, que os teus pensamentos te perturbam e parecem não largar:

  1. Coloca as mãos em gassho, no exacto sítio onde estás;
  2. Sente os teus dedos juntos, a palma das tuas mãos;
  3. Sente como o ar entra e como o ar sai do teu corpo, que a entrada de ar é refrescante e como a saída do ar te alivia do peso que carregas;
  4. Traz a tua atenção a este momento, sente como os pensamentos te rodeiam, mas não estão em ti, parecem mais satélites;
  5. Foca-te em ti mesmo, no centro, ou nas tuas mãos;
  6. Leva a tua respiração ao ritmo da técnica Joshin Kokyu Ho – uma respiração completa e profunda;
  7. Imagina que ao entrar, o ar te traz serenidade;
  8. Ao sair, que expeles o teu peso interior e ficas cada vez mais revitalizado;
  9. Quando quiseres, recita os princípios;
  10. Agradece por este momento de estares contigo mesmo e pelos recursos brilhantes que tens.

Estar no momento presente perante a adversidade pode representar o esforço da nossa autoconfiança e o grande recurso que temos para lidar com qualquer desafio que nos surja. A prática de Reiki ajuda-te a crescer interiormente e a desvelar as tuas próprias forças.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.