O momento presente e uma máscara

Estar a maior parte do dia com uma máscara no rosto, traz-nos não só um sentido que respiramos mal, mas por vezes surge um “receio” de estarmos a sufocar.

Esta sensação repetitiva pode causar-nos pânico.

O uso da máscara e o ultrapassar das sensações com uma atitude de momento presente

Quando comecei a usar máscara por períodos de tempo maiores, surgia-me uma atenção focada na respiração dentro da máscara. Essa atenção trazia-me ainda mais atenção pormenorizada sobre a qualidade do ar, o cheiro, o ar que entra, o ar que sai e parecia que na verdade estava fechado num espaço muito apertado e pequeno.

Esta situação foi positiva para mim, porque aprendi a ultrapassar essas sensações que estavam na minha mente e o truque foi simples – Só por hoje!

Só por hoje, uma atitude de momento presente

Estar no momento presente pode ser o que quisermos, pois é dirigir a atenção ao que nos possa ser mais importante e, principalmente, saudável. Isto é o que aprendemos quando colocamos as mãos em gassho e recitamos “Só por hoje, sou calmo, confio, sou grato, trabalho honestamente, sou bondoso”.

Então, quando estou neste momento presente, de máscara no rosto, regulo a respiração, concentro-me no bem-estar interior que sinto e não no que tenho à frente do rosto. A respiração é serena, a colocação da voz também requer atenção, mas sem esforço.

Trazer uma máscara todo o dia pode ajudar-nos a melhorar tantas coisas em nós que de outra forma podíamos não nos aperceber. Principalmente, Reiki ajuda-nos a melhorar-nos, isso mesmo era o que o Mestre Usui constatava quando dizia que o seu Usui Reiki Ryoho era para “A melhoria do Corpo e da Mente”.

Só por hoje, vale a pena praticar. Melhorar a forma como respiramos, a paz interior que cultivamos e mesmo as palavras que dizemos. Tudo pode ter um significado diferente e bem mais valioso.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.