O autotratamento para apoio à pessoa com doença oncológica

A aprendizagem e prática de Reiki por uma pessoa com doença oncológica pode ser mais uma técnica excepcional para auxiliar o seu bem estar, mas nem sempre existem as condições para se fazer um autotratamento que a pessoa considere ser “completo”. Então como o fazer adaptando às condições de cada momento?

O autotratamento para a pessoa com doença oncológica

Para nós, praticantes de Reiki, cada pessoa é única e não é definida pelo seu momento de vida nem pela doença que tem, tudo faz parte da sua vida e esta tem o grande propósito de poder ser feita em plenitude.

Em certas alturas da nossa vida, surge o desequilíbrio e a desarmonia, surge a doença. Algumas doenças trazem profundas mudanças à nossa vida e requerem de nós um esforço incrível – é o caso das doenças oncológicas.

Assim, devemos olhar para a sabedoria e profundidade da prática de Reiki não apenas como um forma mecânica de autocuidado, mas como uma forma sábia de escutar o corpo e a mente, as nossas necessidades mais interiores.

Então se estás no teu processo de reconstruir a tua saúde devido a uma doença oncológica, aqui ficam umas dicas de como poderás trabalhar com a tua prática de Reiki:

  1. Viver uma filosofia de vida

    Acima de tudo, o Mestre Usui indica-nos que a “Arte Secreta de Convidar a Felicidade” é assente em cinco princípios. Estes são aqueles que nos auxiliam a formar a mente e a construir emoções e sentimentos positivos. Quando vivemos em coerência com o que pensamos, sentimos e fazemos, a nossa força interior aumenta. A doença pode estar sempre presente, mas a forma de a encararmos, acolhermos e tratarmos, poderá ter uma mudança profunda.

  2. Aplicar Reiki quando preciso, em qualquer momento e lugar

    O autotratamento não é aplicar Reiki apenas 21 dias ou em determinadas posições padrão, é escutar o corpo, as nossas necessidades e colocar a mão ou as mãos, onde for mais preciso, durante o tempo que for necessário e sentires, até várias vezes por dia, mesmo estando a veres televisão.
    Como vês, a aplicação terapêutica em autratamento não é complicada e pode ser uma forma de te ajudares a ti mesmo. Claro que é sempre diferente receber Reiki de outra pessoa, mas cuidares de ti mesmo pode também ser um reforço positivo.

Acima de tudo a prática de Reiki é para tu te sentires bem e não para te sentires forçado a algo. Experimenta, mesmo quando estás no sofá, coloca uma mão num lugar onde tens desconforto e se te souber bem, deixa-a estar o tempo que te for confortável.

Por vezes surgem também questões se uma pessoa que já está presentemente com uma doença oncológica pode aprender Reiki e a resposta é muito natural, sim. Porque Reiki vem de um pressuposto criado pelo mestre Usui que indica a “Melhoria do Corpo e da Mente” e que é uma prática sem pré-requisitos ou predisposições mentais.

Sem dúvida que o Usui Reiki Ryoho é para nos ajudar na nossa própria “Arte Secreta de Convidar a Felicidade

Esclarecimento

A prática de Reiki não substitui os cuidados médicos, é apenas um auxiliar integrativo e exclusivamente do campo energético.
Não são dadas consultas de Reiki à distância.

Se quiseres ler mais sobre o autotratamento podes ver várias dicas no livro dedicado à “Arte de Cuidares de Ti Mesmo” – Reiki é Simples.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to dFlip 3D Flipbook Wordpress Help documentation.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.