Pode Reiki fazer regressar a um vício ou estimulá-lo?

Como a prática de Reiki observa um vício e como o trabalha?

Compreender o que é a prática de Reiki ajuda-nos a compreender se Reiki estimula um vício ou se poderá auxiliar a tratá-lo.

O tratamento de um vício, de forma complementar, com Reiki

Se achas que tens impulsos, compulsões, vícios que são prejudiciais, em primeiro lugar parabéns pois tens consciência deles. Este tipo de situações devem ser tratadas por profissionais competentes, a prática de Reiki não é usada para curar algo, apenas para auxiliar a pessoa na sua tomada de consciência e equilíbrio energético.

Ao longo dos vários níveis de Reiki, o praticante vai desenvolvendo técnicas para tratar de si mesmo e técnicas para desenvolver consciência sobre as suas questões – as principais são:

  1. A filosofia de vida através dos cinco princípios;
  2. Nentatsu Ho – A técnica para o pensamento positivo;
  3. Seiheki Chiryo – A técnica para a mudança de hábitos.

Mas será que basta apenas aprender Reiki para compreender e se livrar de quaisquer impulsos, compulsões ou um vício?

Claro que não e isso mesmo é explicado pelas palavras do Mestre Usui:

Isto quer dizer que, ao fazermos uma sintonização estamos a despertar um potencial benéfico em nós próprios e temos a oportunidade de resolvermos os nossos pensamentos e emoções, mas se não praticarmos, se não treinarmos a mente, de nada serve.

Da mesma forma, quando vamos receber uma sessão de Reiki para um vício, devemos ter acompanhamento profissional médico. Reiki é complementar e vai requerer também acompanhamento, prática e consistência. Nada acontece de um momento para o outro, é resultado de um cultivo consistente.

Se és praticante de Reiki lembra-te que deves ser consistente, não te sentes à “sombra da bananeira”, à espera que tudo se resolva por si, apenas porque fizeste a sintonização ou o autotratamento. Continua, equilibra-te, conhece as raízes e o adubo que levaram ao crescimento dessa inquietude e desse vício.

Quando fazes autotratamento, estás a tomar contato contigo mesmo, a sentir o que há a ser tratado, esta é a altura ideal de reconhecer o teu estado, as tuas necessidades e até de falares sobre isso com o teu psicólogo.

Se és terapeuta de Reiki e estás a acompanhar alguém com um vício, indica sempre o acompanhamento médico necessário e também que a tua prática precisa de continuidade.

Reiki é um método que cultiva o respeito pela própria pessoa, devemos também saber respeitarmo-nos a nós próprios, aos outros, ao Mestre, ao Terapeuta e ao Método.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.