Nível 1 Shoden,  Reiki em tempo de emergência

Envio de Reiki para praticantes de Nível 1 em tempos de emergência

Tempos de excepção, tempos de emergência, requerem de nós o melhor que temos a dar.

Uma das técnicas extraordinárias que temos é chamada de Enkaku Chiryo, ou seja, o tratamento ausente. Uma técnica que aprendemos no nível 2 de Reiki e permite enviar energia à distância, ou fazer um tratamento “ausente” da presença do seu receptor.

Não és obrigado a enviar Reiki porque toda a gente o está a fazer. Não és obrigado a fazer-te forte porque se passa essa mensagem. Tens direito aos teus receios e às tuas necessidades. Este é um tempo de reflexão, não mais um tempo para camuflarmos o que realmente sentimos e pensamos. Tudo começa por aqui.

Envio de Reiki por praticantes de Nível 1 – como o fazer

De uma forma excepcional, caso tenhas o nível 1 de Reiki, poderás fazer o envio de Reiki, neste tempo de emergência.

Naturalmente estás preocupado com familiares, amigos, conhecidos, ou podes até querer ajudar o próprio planeta no seu equilíbrio e harmonia. Então, excepcionalmente vamos fazer isso colocando três ressalvas:

  1. Vais sempre fazer limpeza antes, depois e cuidares de ti mesmo;
  2. Respeitar as indicações do teu próprio Mestre de Reiki, se ele indicar que não deves fazer, não fazes;
  3. Compreender que a técnica realmente se aprende no nível 2 de Reiki e que o que é aqui partilhado não é a forma, nem substitui a forma de se enviar Reiki à distância.

Faz o envio de Reiki apenas para uma pessoa de cada vez. A técnica é como uma corrida, requer treino.

Enviar Reiki é como enviar bons pensamentos. Cultiva os bons pensamentos, tem atenção à pressão exterior que possas estar a sentir e a emoções que precisam ser tratadas.

Podes seguir estes passos:

  1. Limpeza

    Faz enraizamento, a Chuva de Reiki e o Banho Seco.

  2. Conexão

    Coloca as mãos em gassho e recita lentamente os cinco princípios.
    Coloca a intenção de que a energia flua para a pessoa que vais tratar e qual o objetivo desse tratamento;
    Agradece profundamente por o fazeres.

  3. Envio de Reiki

    1. Observa o teu enraizamento ao longo do envio;
    2. Coloca as mãos com as palmas viradas uma para a outra;
    3. Imagina que entre as tuas mãos está a pessoa para a qual queres enviar Reiki;
    4. Deixa fluir a energia para a pessoa (ou planeta) e para a situação dela;
    5. Se fores perdendo o foco, recita os cinco princípios;
    6. Poderás sentir o byosen da pessoa, não te assustes e faz como aprendeste nas aulas;
    7. Quando quiseres terminar, visualiza a pessoa a desaparecer bem e contente;
    8. Agradece.

  4. Limpeza

    Reafirma o enraizamento e faz algumas respirações profundas. Ao expirar, visualiza a energia densa a sair também pelos pés.
    Volta a fazer o banho seco e a chuva de Reiki.

  5. Autocuidado

    Se necessário, aplica o autotratamento, verifica os teus níveis de energia, que emoções possam ter surgido, ou que sensações tiveste e se as limpaste corretamente.
    É muito importante desapegares-te do que fizeste e dos resultados, apenas estás a partilhar energia, não és tu que curas, é a própria capacidade autocurativa da pessoa e as condições que lhe permitem alcançar tal. Na prática de Reiki não há promessa de cura, nem podemos apegar-nos a esse conceito.

Praticar Reiki requer Responsabilidade, Respeito e Resiliência. Só por hoje, vale a pena praticar.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.