Cultivar compaixão por um amigo – 2º Passo

Se temos amigos, é claro que gostamos deles e desejamos o melhor para eles. Desenvolver a compaixão, em meditação, por um amigo, é também uma boa prática para alcançarmos a capacidade de sentir compaixão por todos os seres vivos.

Meditação da Compaixão por um amigo

  1. Começa por sentar-te confortavelmente;
  2. Sente a tua respiração;
  3. Toma consciência das tuas emoções;
  4. Deixa-as partir à medida que tomas consciência delas e se forem um pouco mais resistentes, sorri;
  5. Tem um desejo positivo para ti mesmo, deseja a tua felicidade, a tua saúde e que a vida te dê tudo e bom;
  6. Vê-te a viver todo esse desejo de compaixão que tens por ti mesmo;
  7. Quando quiseres, pensa num bom amigo que tenhas;
  8. Visualiza-o, como se estivesse à tua frente;
  9. Deixa fluir para ele o desejo de que esteja feliz, tenha saúde e que a vida lhe dê tudo de bom…
  10. Quando quiseres terminar, visualiza-o a partir feliz e contente;
  11. Agradece.

Como reparaste, esta meditação apesar de dirigida a um amigo, começa primeiro connosco. Podes ver a meditação de compaixão para contigo no artigo Cultivar a Compaixão por nós próprios – 1º passo.

Esta prática de compaixão pode também ligar-nos à pessoa de uma forma mais intensa, por isso mesmo, garante que manténs os teus pensamentos isentos e te “desligas” do teu amigo, do sentir sobre ele, após a prática.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.