Um praticante de Reiki não é um curandeiro

O que praticamos chama-se Usui Reiki Ryoho – o Método de Cura pela Energia Universal, de Usui, mas aquele que pratica Reiki não é um curandeiro.

Então, porque um praticante de Reiki não é um curandeiro, ou seja, não realiza ou faz a promessa de cura?

Cura, curandeiro e praticante de Reiki

Podemos interpretar cura como a recuperação da saúde, ou a solução para essa mesma recuperação. Quando usamos o termo Método de Cura, na realidade é a simplificação de um método para a melhoria do corpo e da mente (shin shin kaizen Usui Reiki Ryoho).

Para os casos terminais, o Mestre Usui indicava sempre para “aplicarmos Reiki até ao fim”. Ele não queria dizer que iríamos curar essa pessoa em estado terminal, mas que a iríamos auxiliar em todo o seu processo em fim de vida, trazendo harmonia interior e o melhor alívio possível do seu sofrimento.

Um curandeiro, já é aquele que irá prometer a cura à pessoa, através das suas habilidades. Um praticante de Reiki é aquele que trabalha o byosen, ou seja a irradiação do desequilíbrio da pessoa. Nessa alteração do byosen, promovendo o equilíbrio e harmonia, é o próprio corpo da pessoa que realiza o seu ajustamento, a sua “melhoria do corpo e da mente“.

Então, se algum praticante de Reiki promete a cura ou acha que foi ele que curou a pessoa, pode estar a equivocar-se e aos outros também. Esse não é o propósito para o qual aprendemos Reiki. Existem muitos métodos que indicam claramente que são os melhores e os mais apropriados para a pessoa ser um curandeiro, mas a prática de Reiki não o faz. Pretendo ser-se curandeiro, que é uma opção válida, a pessoa deverá procurar esses outros métodos e aprofundar neles o seu trabalho.

Então se é indicado que Reiki é um “Método de Cura”, porque o praticante não é um curandeiro?

Porque o Método indica-nos que a “Medicina Espiritual para muitas doenças”, encontra-se naquilo que são os cinco princípios.

Isto quer dizer que a cura, ou melhor, o caminho para a nossa melhoria é através da consciência.

Sabemos que podemos aliviar a ansiedade, mas ela não desaparece se não houver uma mudança de atitude. Então, a prática de Reiki não é um comprimido ou uma hipnose, é um caminho que depende de quem o faz.

Saber para que praticamos Reiki ajuda-nos a tirar o melhor proveito de todos os ensinamentos para nós próprios. Só por hoje…

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.