Autotratamento

21 dias de autotratamento e se não fizeres um dia ou regularmente?

Pelo menos a partir da década de 80 que o autotratamento na prática de Reiki é encarado como um processo de 21 dias contínuos.

Muitos praticantes de Reiki sentem uma grande frustração por não conseguirem realizar esses 21 dias seguidos e desistem do seu percurso, outros, mal o terminam, param o seu autotratamento.

O que será realmente produtivo para um praticante de Reiki?

21 dias de autotratamento – falhar ou praticar?

Pensar que a prática de Reiki são 21 dias, poderá ser limitador. Por um lado, o Mestre Usui sentiu a percepção da energia na noite do 21º dia, o que indica que até ficou pelo menos 22 dias no Monte Kurama, por outro lado, a prática de Reiki, conforme era indicada, era para ser aplicada sempre que necessária ou até mesmo todos os dias.

Não havia a formalização das posições que há hoje que começaram a surgir com a Mestre Takata, mas sim um sentir do byosen e o aplicar de Reiki no local em desequilíbrio até que o byosen mudasse.

Então, como praticantes de Reiki, precisamos perceber o que é mais importante para nós – fazer 21 dias seguidos ou praticar Reiki sempre que precisamos?

Quando pensamos numa obrigatoriedade de 21 dias, se falhamos um, sentimo-nos compelidos a repetir novamente até conseguirmos fazer 21 dias de autotratamento seguido. Por um lado tem a perspetiva positiva de um esforço que se faz para alcançar algo e até celebrar o ter conseguido… e depois dos 21 dias?

Quando se pratica Reiki compreendendo que é um ato de autocuidado, necessário para o nosso equilíbrio e harmonia, então sabemos que estamos a cuidar de nós próprios e que quanto mais o fizermos, maiores benefícios trazemos à nossa vida.

Como o fazer?

Não penses em 21 dias de autotratamento, mas sim em cuidar de ti energeticamente, da mesma forma como escovas os dentes, tomas banho, alimentas-te ou lês. Isto quer dizer, integrar o autotratamento na tua vida como sendo algo de bom que te traz algo de ainda melhor.

Cria o teu tempo terapêutico. Não precisas de ter um espaço extraordinário ou música ambiente, apenas precisas estar e ter a disponibilidade para ti mesmo, nem que seja cinco minutos.

Recorda-te que a prática dos cinco princípios é também uma parte do autotratamento – mudar a consciência é também cuidar de nós próprios.

Só por hoje… é a maior das observações para cuidarmos de nós próprios.

Diverte-te com a tua prática… sem expectativas, mas com um sentido de realidade.

Se não praticares 21 dias seguidos, nada te acontece, mas não praticar Reiki de todo, poderá fazer-te uma grande diferença.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.