Uma forma de não julgar os outros é fazer autotratamento

O julgamento é algo sempre presente em nós, mas a capacidade de não julgar, nem sempre é bem compreendida ou aplicada nos momentos de maior necessidade.

Não julgar e como o compreender através do autotratamento

Tudo o que observamos tem um julgamento, ou seja, uma classificação, muitas vezes inconsciente. Essa classificação, quando maioritariamente negativa, começa a criar em nós um peso e uma insatisfação.

Descontentamento, tristeza, raiva, podem surgir quando acumulamos demasiado julgamento depreciativo e há um momento em que temos mesmo que não julgar.

Não julgar significa reconhecer a situação e indicar que não devemos emitir um parecer, pois não conhecemos todas as circunstâncias, nem todas as condições para ela ter acontecido. Não é ficarmos indiferentes, é não nos apegarmos a algo que não compreendemos e nos trará sofrimento.

Uma boa forma de trabalharmos a nossa capacidade de não julgar é através do autotratamento, em qualquer um dos níveis de Reiki.

O autotratamento para desenvolver o não julgar

O autotratamento é a técnica que permite o nosso autocuidado. É o que nos ajuda a equalizar a harmonia e equilíbrio de todo o nosso sistema vivo. Quando o fazemos, podemos praticar o não julgar, através dos seguintes passos:

  1. Banho seco

    Tudo pode começar com a atitude de não julgar no banho seco. Através desta técnica vais limpar os excessos de energia no tronco e braços, mas se te apegares ao que essa energia te transmite, poderás ficar com o julgamento de como te “sujaste”. Mantém uma atitude focada no que estás a fazer, apenas limpa-te.

  2. Gassho

    Sente apenas as tuas mãos juntas, sente a tua respiração e entrega-te a esse momento.

  3. Os cinco princípios

    Quando quiseres, recita cada princípio focado nele, relaxado e deixando-o ecoar em ti mesmo, não te apegando aos momentos em que não cumpriste a calma, confiança, gratidão, honestidade e bondade.

  4. Uma posição de cada vez

    Em cada posição do autotratamento, sente o prazer, o contentamento de estares a cuidar de ti mesmo. Se surgirem situações em que tiveste dor, desconforto emocional, deixa-as partir. Elas estão a desintoxicar, a “sair” de ti. Se não emitires julgamento, mais facilmente irás desapegar-te desse peso desnecessário.

  5. Agradecimento

    Quando terminares. Coloca as mãos em gassho, fica no momento presente. Sente contentamento pelo que estiveste a fazer e na tua capacidade de não julgar.

Como vês, o centro do não julgar é a capacidade de estar no momento presente, atento, com contentamento e com uma atitude positiva. É possível não julgar e é possível com esta atitude aliviar o peso que constantemente podemos estar a carregar.

Podes ler mais sobre a filosofia de vida em Reiki, Guia para Uma Vida Feliz.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

2 thoughts on “Uma forma de não julgar os outros é fazer autotratamento”

  1. Boa noite,o curso de cristaloterapia do vai se realizar em Guimarães? Tem alguma data prevista para o Porto? Gostaria de mais informações.🙏♥

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.