Quando o final do ano nos traz muitas coisas por resolver

Cada ano tem uma energia muito própria. Há anos que parece que andamos a velocidade vertiginosa, outros que parece que tudo é extremamente lente. Momentos altos, momentos baixos, mas isso é comum a todos os anos.

No entanto, há alturas em que o final do ano traz-nos um peso incrível e um turbilhão de situações a resolver – o que será isso?

O final do ano e como nós poderemos ajudar a resolver as nossas próprias situações

Cada vez que começa um ano, de alguma forma, ele traz-nos um novo ímpeto. Parece que temos novo fôlego para começar e recomeçar. Muitas vezes gastamos logo essa nova energia com as idas rápidas ao ginásio e às mil coisas que queríamos fazer definitivamente… em apenas uma semana.

Assim, à medida que o ano vai passando, por vezes essa grande energia positiva do novo ano, vai diminuindo e uma espécie de energia mais densa, pesada, constituída por todas as coisas que temos por fazer, ganha cada vez mais presença.

Essa presença vai-se adensando no final do ano e resulta, muitas vezes, nuns dias bastante conflituosos e confusos, que vão coincidir com as épocas festivas do Natal e passagem de ano.

Como pode a prática de Reiki ajudar-te no final do ano?

Em primeiro lugar, vamos lembrar-nos de uma frase do Mestre Usui “Confia no Universo que o Universo confia em ti”.

Esta frase não significa que pões a preocupação de lado que algo irá resolver por ti, mas sim que a tua tomada de consciência sobre a própria responsabilidade que tens sobre a vida está presente e é bastante clara.

Esta confiança está patente no segundo princípio de Reiki “Só por hoje, confio” que é antecedido por “Só por hoje, sou calmo“.

Então, isto significa que a confiança que tens na vida surge da instituição de uma harmonia.

Tendo presentes estas duas atitudes, podemos aplicar os seguintes conceitos da prática de Reiki sobre as situações a resolver:

  1. Identificação

    Pega numa folha de papel e escreve nela tudo o que te preocupa.
    Depois, noutra folha de papel, sintetiza por pontos cada uma das situações.
    Depois, pega em pequenos post-it e escreve uma situação em cada folha. Cola numa parede e organiza-os segundo as tuas prioridades, segundo o que é realmente algo a resolver e o que até já está resolvido.

  2. Tratamento da situação

    Se quiseres, um papelinho de cada vez, envia Reiki para essa situação. Não é, como algumas pessoas pensam, para se realizar o milagre de se resolver sozinha ou a teu favor, mas sim com o único intento de trazer harmonia e clareza para todos. A harmonia é o que faz com que tudo tenha a resolução correta.

  3. Tratamento de ti mesmo

    O que cada situação trouxe a ti? Que sintomas manifestou?
    É isso que deves tratar em ti mesmo. Faz uma situação de cada vez e faz um autotratamento por cada situação.

  4. Mudança de atitude

    Cada situação indica que há uma atitude a mudar em ti, mas na verdade, todas essas situações indicam-te uma única atitude que está na base de todas essas questões – pratica a técnica Nentatsu Ho, irá ajudar-te a mudar a tua atitude, convertendo as tuas decisões em ações positivas.

  5. Envio de Reiki para a vida

    Depois de todo este longo trabalho, falta ainda mais um passo – envia Reiki para a tua própria vida, não para que corra como tu queiras, mas para que haja sempre uma grande harmonia e a tua capacidade de encarar cada problema. Isto é Reiki!

Por vezes temos momentos de mesmo muita pressão, mas precisamos tirar as nossas lições sobre esses momentos – o que eles nos trouxeram? Que lições representam para nós? Se os ultrapassarmos não alcançaremos grande crescimento?

“Confia no Universo que o Universo confia em ti” é uma frase de grande profundidade, ela indica a tua responsabilidade perante a vida que te deu algo de tão extraordinário como o poder estar vivo. Se ela te deu algo de tão grandioso, vale a pena escutar o que a vida tem a ensinar-te.

1 thought on “Quando o final do ano nos traz muitas coisas por resolver”

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.