Desenvolvimento pessoal na prática de Reiki

Praticar Reiki é em primeiro lugar ter uma atenção ao desenvolvimento pessoal e isto podemos encontrar nas indicações do Mestre Usui quando indicava que o seu método é para a “melhoria do corpo e da mente“.

Equilibramos a nossa energia, para um corpo e mente saudáveis, mas também desenvolvemos a nossa consciência através de uma filosofia de vida.

Desenvolvimento pessoal e como o fazer ao longo dos níveis de Reiki

Para compreender o desenvolvimento pessoal na prática de Reiki, precisamos fazer uma imersão na filosofia de vida. Por exemplo, com o seguinte poema do Imperador Meiji:

O poema parece ser muito claro, mas na verdade poderá não te estar a indicar que tudo está bem ou que tudo estará mal na vida. Falar do que é imprevisível ou impermanente é o cultivo de uma sabedoria atemporal, não é dedicado a este teu momento, mas sim a toda a tua vida.

Observando à nossa aprendizagem de Reiki, o poema indica-nos que tudo até pode estar dentro das várias etapas da aprendizagem e que tens sido bastante bem sucedido em cada uma das etapas, principalmente no que diz respeito a cuidar dos outros e então no que diz respeito a ti mesmo?

Algo que precisamos ter em conta é que ao longo da nossa vida vamos acumulando aprendizagem, de coisas boas… e de coisas más. As boas solidificam-nos e as más podem ser transformadas em boa argamassa ou aprendizagem sobre como não construir a vida dessa forma. Por vezes temos que derrubar, para voltar a fazer de forma sólida. Da mesma forma, a aprendizagem no Usui Reiki Ryoho não é em linha reta, mas sim um conjunto de ciclos de trabalho onde fazemos um sentido centrífugo, ou seja, virados para dentro e centrípeto, virados para fora, manifestando na vida o que estamos a desenvolver de sabedoria.

21 meses de aprendizagem ao longo de três níveis, imaginando que são feitos sequencialmente, não representam anos de maturação dos conceitos profundos que o Mestre Usui nos indicou.

De acordo com Hiroshi Doi, o Mestre Usui expressava a sabedoria simples de que somos parte do Universo, mas o que isto quer dizer?

O Universo existe em mim e eu existo no Universo.

Mikao Usui

Fisicamente já compreendemos que somos compostos da mesma “matéria” que as estrelas, que tudo tem uma interligação, mas o sentido profundo destas palavras vão além da nossa composição físico-química e transcendem para um entendimento da vida.

Neste entendimento, compreendemos que existe uma interdependência entre todos nós e entre nós e a própria vida. Isto remete-nos à aprendizagem que temos uns com os outros, para um crescimento comum e individual. Ao mesmo tempo, leva-nos a refletir sobre o sentido da vida e como o nosso percurso é feito, que valores carregamos e qual o nosso propósito.

O desenvolvimento pessoal e o nosso caminho de vida

O caminho de vida é muitas vezes mal compreendido e confundido com o desejo que temos de alcançar algo. Sentimos que em nós existe um enorme potencial, mas porque não o realizamos?

Por exemplo, temos uma sensação de podermos vir a ser um grande médico, mas não conseguimos estudar para tal. Temos a sensação de que queremos viver sem stress e em constante bondade, mas nem nos aproximamos desse patamar. O que isto pode querer dizer?

O nível 1 de Reiki é a grande base para o desenvolvimento pessoal

Poderás ter já completado o Gokukaiden e seres um Mestre de Reiki, ensinando os outros a aprender o Usui Reiki Ryoho, mas será que fazes as alterações na tua vida que os princípios te requerem?

A aprendizagem dos cinco princípios é feita logo no início do Nível 1 de Reiki e eles são a peça fundamental do método, é a eles que o Mestre Usui se refere quando fala da “Arte Secreta de Convidar a Felicidade“.

É muito natural termos até um longo período de prática, mas ainda nos preocuparmos ou por vezes chatearmos com as coisas mais árduas da vida, faz parte da nossa existência e, com maturidade, percebemos que nada muda de um dia para o outro, nem de um ano para o outro, mas que se solidifica com muito e muito tempo de vivência. A prática de Reiki e o nosso desenvolvimento pessoal não são uma corrida.

Os cinco princípios para o desenvolvimento pessoal – cinco lições para a vida

Se sentes que não estás a realizar-te, então é necessária uma perspetiva mais aprofundada das tuas questões. Escreve num papel, não deixes apenas ficar na mente as perguntas e respostas que fazes.
Então, só por hoje…

  1. Sou calmo

    Ser calmo significa compreender que tudo tem um tempo, incluíndo a nossa realização pessoal. Podemos já ter adquirido os conhecimentos de muitas coisas, mas isso não quer dizer que tenhamos as competências e formação da mente e coração.
    Tudo necessita de um tempo e precisamos cultivar a harmonia interior. Se esta harmonia, não conseguimos alcançar o nosso propósito pois poderemos nem nos aperceber que ele está mesmo ali, já no momento a seguir.

  2. Confio

    Quando cultivamos a autoconfiança, compreendemos que também é necessário desenvolver amor por nós próprios, sabendo que esse amor implica respeito e entendimento.
    De que forma há uma comunicação genuína perante as tuas próprias necessidades? O que realmente necessitas e achas que não consegues fazer? O que é verdadeiramente real para ti e de que forma aplicas na tua vida o que acreditas?

  3. Sou grato

    Se o teu caminho está árduo, já agradeceste?
    Com essa gratidão, que resposta vem do Universo? Da vida?
    Pois se existe no Universo e ele existe em ti, o que ressoa?

  4. Trabalho honestamente

    Que dificuldades sentes na tua vida que parecem impedimentos e de que forma trabalhas diligentemente para as resolver?
    Como a tua mente funciona? Cria-te mais obstáculos do que soluções?
    O que tens a fazer para a modificar?

  5. Sou bondoso

    O que é ser bondoso?
    A bondade requer um grande esforço, principalmente o de ser genuíno e não apenas construir uma camada superficial do que é ser “bonzinho”. A dedicação aos outros é um reflexo da dedicação a nós próprios. O compreender o que precisamos dos outros é um entendimento claro para realizar o nosso propósito.

O desenvolvimento pessoal e o nível 2 e 3 de Reiki

Com o percurso no nível 2 e 3 de Reiki, desenvolver a percepção da energia e os significados dos símbolos de Reiki. Nada na prática é um milagre ou um escusar de trabalho interior, mas sim um conjunto de ferramentas que alargam o nosso campo de experimentação na vida.

Observa as várias técnicas que vais aprendendo e tenta aplicá-las nas tuas questões. Recebe Reiki e aprende a esvaziar a mente de ilusões e confusões mentais. Se acharmos que somos melhores que os outros, então temos que voltar ao princípio, até compreendermos que afinal todos estamos por igual, a caminhar o percurso de cada um que se cruza com o de outros.

A grande realização da nossa vida pode ser bem mais simples e recompensadora que aquilo que a nossa mente projeta. “Basta” viver o que se idealiza.

Experimenta fazer algumas das meditações guiadas do livro Reiki, Meditação e Consciência, compreendendo também qual o propósito a alcançar com a meditação e ainda como a mente funciona.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to dFlip 3D Flipbook Wordpress Help documentation.

Outros Cursos
Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Maria filomena Franco de almeida Pessanha Isidoro

    Obrigada João <3

  2. Eliane

    Maravilhoso artigo!! Gratidão

  3. Monica Costa

    Acredito que seja uma forma de viver bem mais saudável além de adquirir conhecimentos e técnicas que nos permitem obter uma boa qualidade de vida. Aliás foi por ler muito sobre a técnicas que adquiri uma postura de vida mais saudável e consegui obter mais controlo e calma em muitas situações.

    1. João Magalhães

      Muito obrigado pela tua partilha Mónica