2019 - Consciência,  A condição humana,  Reiki

Como cultivar a paciência pela prática de Reiki

A paciência é uma enorme virtude, é uma capacidade de nos entregarmos ao momento presente, sem a ansiedade do futuro ou o peso do passado. Este tipo de noção que cultivamos na prática de Reiki não é isentar-nos da responsabilidade, mas sim, de uma forma hábil, sabermos construir uma vida mais harmoniosa, colocando o peso da nossa ação sobre o que é realmente importante.

A paciência pela prática de Reiki, de uma forma simples

Porque será necessário termos paciência? Hoje em dia até é bem visto toda a garra e ímpeto para alcançar as coisas, porque então saber esperar?

A paciência representa a nossa capacidade de compreender que tudo tem um tempo, que esse tempo é o período natural para todas as coisas se cultivarem, crescerem e darem os seus frutos.

Por exemplo, não posso entrar para um primeiro emprego e esperar que passado uma semana já seja o responsável, sem ter ainda a experiência. Isso até poderia acontecer, mas poderia ter um resultado muito mau por não estar sustentado por experiência e conhecimento. Da mesma forma, na prática de Reiki, não podemos querer correr para alcançar um objetivo.

Ter objetivos é muito importante, ajuda-nos a estabelecer metas e observar a nossa progressão, mas quando o fazemos com paciência, a vida torna-se harmoniosa, porque paciência representa a tomada de consciência de onde estou, como estou e quem sou, contemplando o onde estarei, como estarei e quem eu sou.

Quatro passos para cultivares a paciência

Na prática de Reiki temos várias técnicas para desenvolver a capacidade de nos entregarmos ao momento presente, compreendendo a importância de cada minuto, cada tempo, para o alcance de determinado resultado.

  1. Autotratamento

    Saber que temos que cuidar de nós próprios é algo inerente à nossa condição humana, mas nem sempre o fazer ou até realizamos da melhor forma. O autotratamento é uma oportunidade de cuidado, de promoção do nosso bem-estar então, em cada posição, entrega-te a esse prazer genuíno de saberes que estás a cuidar de ti mesmo.
    Esse é um sentido de gratidão que te fará sentir cada vez mais forte interiormente, assumindo com naturalidade a responsabilidade da forma como se vive.

  2. Prática dos cinco princípios

    Podemos recitar os cinco princípios depressa e pronto, já cumprimos a ideia de os recitar, mas será que é verdadeiramente isso que se quer?
    Quando recitamos os princípios, estamos a conectar-nos connosco, estamos a ir ao nosso interior e a dizer “olá, como estás?”. Será que o queremos fazer depressa?
    Apreciar o momento de cada princípio é também uma revisão consciente de como estamos e como queremos estar.

  3. Meditação

    Meditação representa um momento de concentração e também contemplação, querer meditar por aquilo que se possa querer parecer, não levará a resultados, mas um minuto genuíno de estares contigo mesmo, representará um passo gigante para a tua vida.

  4. O sentir da energia

    Na prática de Reiki estamos sempre a sentir a energia, em qualquer momento a sentimos, mas nem sempre é fácil compreendermos como é esse sentir, isto porque precisamos de nos virar para dentro.
    De uma forma muito simples, o sentir da energia ajuda a cultivar a paciência.
    Coloca as mãos em gassho, as mãos juntas. O que sentes?
    Experimenta ficar assim 5 minutos, 10 minutos, 30 minutos… é impossível não sentir, a não ser que se esteja em absoluto virado para a ansiedade do momento seguinte. Quando começas a sentir algo, qualquer impressão nas mãos, então valeu a pena o teu cultivo da paciência.

A prática de Reiki requer mesmo o cultivo da paciência e leva-nos também a trabalhar essa qualidade. A nós, praticantes, basta-nos praticar em consciência, sabendo que o estamos a fazer para o nosso crescimento.

Podes desenvolver mais os conceitos profundos da paciência, através da tomada de consciência, pelo livro Reiki, Meditação e Consciência.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.