Uma filosofia de vida dirigida ao nosso Eu

A prática do Usui Reiki Ryoho começa com uma filosofia de vida e tem orientações dadas e criadas pelo Mestre Usui, para que possamos alcançar um melhor entendimento da nossa vida e da forma como nos relacionamos connosco, com os outros e até mesmo com a nossa existência.

Compreender a filosofia de vida na prática de Reiki e como se dirige a nós

Qualquer filosofia de vida requer termos em mente o seu próprio significado. Uma ação de amor, empenho, à sabedoria que nos acompanhará pela vida.

Então surge a preocupação na nossa mente – “se me vou ocupar com determinados pensamentos, emoções e ações, quotidianamente, que valor eles têm”?

Outra preocupação que surge é se nos tornaremos “seguidores” de algo. Esta é uma questão bastante válida, pois devemos sempre ter o cuidado de nunca deixarmos os nossos pensamentos estarem entregues ao que os outros querem, precisamos ser livres – livres pensadores, livres viventes.

Somos praticantes de Reiki, ou seja, praticamos, esforçamo-nos para algo que nos é transformador. Cedo compreendemos que não conseguimos mudar os outros, o mundo, mas que nos conseguimos mudar a nós próprios, com esforço, perseverança e no fato de acreditarmos em nós próprios. Então, como praticantes de Reiki não somos seguidores de um “guru” ou “mestre”, aplicamos sim é conceitos à nossa vida. Se temos crenças religiosas continuamos com elas, também não perdemos afiliações políticas, gosto pelo clube de futebol ou pelo nosso emprego, mas mudamos a nossa forma de estar na vida e com nós próprios.

Mas como é a filosofia de vida de Reiki e porque está direcionada a nós? – Tudo começa com os preceitos.

Os preceitos

Preceitos são o que nos levam à “arte de bem fazer”, são as indicações dadas que nos trazem entendimento e orientação. No caso do Usui Reiki Ryoho, estes preceitos são o esclarecimento e objetivo da nossa prática.

Os preceitos (gainen), escritos pelo Mestre Usui.

Após o seu retiro em 1922, no Monte Kurama, o Mestre Usui criou os preceitos que iriam orientar o seu método (Usui Reiki Ryoho), a que nós chamamos de Reiki.

Nestes preceitos, ele colocou a explicação do método e da razão pela qual praticamos Reiki:

Os ensinamentos do Usui Reiki Ryoho para a tua evolução
A arte secreta de convidar a felicidade,
A medicina espiritual para muitas doenças.
Só por hoje,
Sou calmo,
Confio,
Sou grato,
Trabalho honestamente,
Sou bondoso.
De manhã e à noite, senta-te com as mãos juntas e repete estas palavras alto e com o coração.
Para a melhoria da mente e do corpo,
O fundador, Mikao Usui.

Mikao Usui
Os preceitos do Usui Reiki Ryoho

Compreender estes preceitos é algo que deve ser feito com o acompanhamento do teu Mestre, pois lendo apenas o sentido literal, poderemos não alcançar a profundidade do que é transmitido e apenas ficamos por uma generalidade do conceito, o que sempre nos faz abandonar a prática ou até a não desenvolver da melhor forma possível.

Nestes preceitos há dois tópicos que explicarei e os restantes deixarei para a tua reflexão aprofundada.

A Arte Secreta de Convidar a Felicidade é algo de muito profundo, pois indica-nos que devemos praticar os princípios, para alcançarmos o nosso interior, compreendermos as nossas questões e aí sim, convidar a felicidade, que afinal sempre esteve presente em nós próprios.

A medicina espiritual para muitas doenças é também um tópico que pode levar ao engano. Ela representa a aplicação do tratamento Reiki, para todas as condições, pois é uma prática natural e que promove a homeostasia. O espiritual nada tem de esquisito, é a forma de representar a energia e é uma tradução literal.

A filosofia de vida em quatro passos

Tem em conta as seguintes reflexões para a aplicação da filosofia de vida.

  1. Observação

    Lês os preceitos, à primeira vista, o que eles te transmitem?
    Parece que existe alguma divisão lógica nestes preceitos?
    Estão orientados a que?

  2. Dúvida

    Será que cada princípio é de facto útil?
    Poderá ajudar-te em algo?
    O que cada um deles te diz e será que ressoa em ti ou nada tem a ver?
    Dúvida da sua utilidade e significado.

  3. Entendimento

    Observando os cinco princípios, o que eles têm a ver contigo?
    Como pode cada um deles fazer sentido às tuas questões?
    Qual o mais difícil?

  4. A prática e vivência

    Uma filosofia de vida requer que ao longo da tua vida possas por em prática o que te faz sentido.
    Se os cinco princípios te fizerem princípio, então observa-os, pratica-os, vive cada um deles de forma consciente e fá-los ecoar nas tuas ações diárias, com simplicidade, perseverança, mas sempre em harmonia.

Observando os preceitos e os cinco princípios neles incluídos, compreendes que é algo dirigido a ti mesmo. Nós sim é que temos que aprender a cultivar a calma, autoconfiança e gratidão, a sermos honestos e bondosos. Os outros terão também o seu próprio percurso e poderá ainda não passar por estes princípios.

Ao cultivar os princípios em nós, compreendemos que a vida e os outros são o nosso campo de ação, ou seja, ser neles que terás também que cultivar a harmonia, a calma; aprender a confiar, a agradecer; Desenvolver uma boa comunicação e honestidade, assim como aplicar transversalmente à vida aquilo que é a bondade.

Estes princípios não são exclusivos, nem sequer são unicamente para praticantes de Reiki, eles são universais e muitas pessoas os praticam sem mesmo aprender o método.

O que é bom e traz progresso para a nossa paz e felicidade, é sempre universal e comum.

Poderás ler mais sobre os preceitos e a filosofia de vida em Reiki Guia para uma Vida Feliz.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to dFlip 3D Flipbook Wordpress Help documentation.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.