Autotratamento,  Reiki

A dor durante a prática de Reiki

Quando Reiki flui dentro do nosso corpo energético, é como água dentro de uma mangueira. Se esta estiver suja interiormente, obstruída, ressequida, ou mesmo danificada, a energia irá indicar esse local e essa condição.

Quando temos em nós uma espécie de inflamação no campo energético, surge uma percepção chamada itami 痛み – dor.

O que é a dor no autotratamento Reiki

O contínuo fluxo da energia é como a água suave que bate numa rocha dura, gota a gota, pouco a pouco, começa a desfazer esse bloqueio, mas poderá trazer desconforto e uma manifestação de ainda mais dor. É como se a própria dor estivesse dorida. 

Quer seja numa condição de autotratamento, quer seja na aplicação de Reiki a outros, devemos sempre continuar. No final, poderá haver uma sensação desconfortável de cansaço, mesmo dor e o que isso quer dizer?

A “pressão” que a energia causa para tentar romper o bloqueio da inflamação causa mais esforço, daí surgir a sensação de cansaço, mas também ao mesmo tempo, vai rompendo essa condição. Assim, pode surgir a sensação de cansaço para que o corpo tenha o descanso necessário para a sua própria autocura e ainda a dor surge mostrando o reflexo do tratamento, pois esta é a dor que alivia, em termos energéticos.

Então, vem a parte mais difícil – continuar.

Como continuar um autotratamento com dor ou mesmo tratamento a outros

Apesar do autotratamento ou tratamento ser desconfortável é preciso continuar, para remover o bloqueio. A sensação de cansaço e dor representa o limiar da condição e o início da harmonia e equilíbrio.

Para que não estejamos a insistir em algo que nos traz desconforto vamos pensar na energia como sendo um vulcão. Ao expelir a lava, o vulcão (corpo energético), manifesta a dor e nós sentimo-la na mão.

Depois, a lava baixa, mas fica a dor e estão nuvens acima do vulcão. Então, começa por limpar essas nuvens, retira essa energia da aura, exatamente por cima do local onde está a manifestação da dor.

De seguida, trata as “fronteiras” do vulcão. À medida que vais deixando de sentir a dor nesses limites, continua a aproximar as mãos para o centro, até deixares de sentir dor no centro e apenas sentires o fluxo de calor – aí já está a melhorar.

Se tens sentido essa dor no autotratamento, vários dias, deves procurar um médico e procura também receber Reiki de alguém para te auxiliar a compreender o que possas estar a sentir e o porque desse bloqueio energético.

Devemos sempre compreender que o ato médico é obrigatório, que quando o praticante tem uma percepção de desequilíbrio em si mesmo, deve consultar um especialista da área e não apenas praticar Reiki, pois este é apenas um tratamento complementar.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.