Rezar ao praticar reiki?

Quando alguém nos vê com as mãos juntas, à altura do peito, poderão pensar que estamos a rezar, mas será que é realmente isso que acontece ou o que será que significa colocar as mãos juntas na prática de Reiki?

Gassho não é rezar é uma prática de respeito

No Japão e, commumente, no oriente, coloca-se as mãos juntas numa atitude de respeito. Em Portugal e no ocidente, não existe esse hábito, apenas se juntam as mãos para rezar.

É então normal que alguém possa pensar que um praticante de Reiki esteja a rezar ao realizar a sua prática, mas na verdade, ele está unicamente num processo interior, muito próprio da prática de Reiki, independente de um sistema de crenças religiosas ou espirituais.

As mãos em gassho

Mas será que os praticantes de Reiki não rezam?

De facto, desde os tempos da Mestre Takata e da aculturação da prática de Reiki, que muitas coisas foram inseridas, adaptadas e realmente muitos mestres introduziram uma prática de rezar ao fazer uma ligação à energia, estando também motivados pelas crenças pessoais da Mestre Takata.

Assim, nos anos 80, 90, 2000, muitas pessoas iniciavam a sua prática a rezar ao que acreditavam, aqui aconteceu a maior e mais impactante aculturação no Usui Reiki Ryoho.

Hoje em dia já se compreende que a ligação à energia é natural, é sempre presente, não requer crenças nem predisposições mentais, como indicado pelo Mestre Usui no seu manual (que poderás encontrar em O Grande Livro do Reiki).

Colocamos as mãos juntas, as mãos em gassho, porque na verdade estamos num momento de concentração, introspecção e também de respeito para connosco, para com a pessoa que iremos tratar (se for o caso) e ainda com toda a vida.

No livro Reiki, Meditação e Consciência poderás encontrar várias práticas que envolvem a postura de mãos juntas, às quais costumamos chamar gassho.

Outros Cursos
Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.