Estar em harmonia – Cinco Princípios para o autoconhecimento

Estar em harmonia é estar em concordância, em sintonia, ter um entendimento e uma atitude conciliatória. O termo é commumente usado, mas nem sempre compreendido na sua profundidade.

Podemos desejar harmonia na vida, mas a maior parte das vezes não a temos. Queremos ter, ansiamos por ter, mas ela parece não vir.

Como pode a prática de Reiki auxiliar a alcançar harmonia através do autoconhecimento

Quando aplicamos a energia Reiki em nós, sentimos algo de profundo que nos toca, é algo que nos faz por vezes transbordar de emoções e tal leva-nos a conhecermo-nos melhor, ou pelo menos a tocar naquilo que nos traz a dúvida.

Quando praticamos os cinco princípios, também tocamos nas nossas feridas, na falta de calma, ou de autoconfiança. Então, podemos sentir que esta prática não nos traz harmonia, mas antes irrequietude. Não compreendendo o sentido profundo da prática de Reiki, poderás estar a interpretar mal os sinais que te conduzirão a um crescimento profundo.

Entendendo que o Usui Reiki Ryoho é um método que te traz a elevação da consciência, compreendes que as várias situações pelas quais passam pode auxiliar-te a compreender o que não está em harmonia, para que possas cultivar essa mesma harmonia.

Então, se sentes ansiedade, compreende porque anseias por algo, porque te preocupas e se essa preocupação é algo de real ou se não estás a exagerar.

Se sentes uma dor ou impressão e te apegas a ela, sem dúvida que não te sentirás em harmonia. A dor representa um desequilíbrio, mas isso não quer dizer que não estejas em harmonia.

Este é um conceito muito interessante que se comprova quando muitas pessoas que estão a passar por uma doença grave se sentem bem com a aplicação de Reiki. O desequilíbrio existe pela doença, mas elas sentem-se em harmonia consigo mesmas e com a vida.

Então, a prática de Reiki promove o teu autoconhecimento, não desistas de ti mesmo, mas antes tenta compreender-te, sem ser compulsivo ou obsessivo.

Lembra-te dos cinco princípios e logo o primeiro começa com a calma, com não te preocupares tanto, com o saberes viver melhor e cultivar a harmonia em ti e nos outros.

Entrega-te ao que sentes, pensa sobre o que sentes, sente o que pensas e encontra a grande harmonia do prazer de saberes viver contigo mesmo.

Outros Cursos
Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Ana Paula correia

    Gratidão