Chakras

O Chakra Cardíaco demasiado aberto

Por vezes sentimos demasiado as coisas no coração e essa sensação poderá ter origem no Chakra Cardíaco demasiado aberto.

Este alargamento do Chakra não é como se ele tivesse um buraco, mas sim que a sua sensibilidade está mais alargada, mais distendida, como se pretendesse abarcar mais.

O que significa o Chakra Cardíaco demasiado aberto e como trabalhar esse aspeto

O Chakra Cardíaco é um centro de consciência que nos leva à ligação dos nossos maiores valores de humanidade, como a bondade, a compaixão, o amor incondicional e, como tal, é por vezes um pouco exigente com o nosso próprio crescimento.

É uma consciência que nos leva a reavaliar a forma como amamos, ou como encaramos a integridade da nossa vida e do mundo.

Um Chakra Cardíaco equilibrado, é como um jardim da alma, ele tem tudo o que é necessário para acolher a pessoa e todos aqueles que possam entrar no seu coração.

Mas em situações de desequilíbrio, como o Chakra Cardíaco demasiado aberto ou então fechado, ele poderá manifestar uma sensibilidade dolorosa.

A expansão do Chakra Cardíaco, sem a sustentação de todos os outros chakras, fará com que haja uma espécie de hipersensibilidade, ou seja, situações desafiantes desse Chakra, poderão ressoar de uma forma mais intensa do que o habitual. A pessoa poderá sentir-se mais magoada emocionalmente, ou poderá até sentir que não faz sentido neste mundo, que existe apenas violência e maldade.

A sua bondade é generosa, mas por vezes demasiado, levando-a até a uma crise de compaixão.

Por outro lado, se o Chakra Cardíaco estiver demasiado fechado ou “encolhido” pelas mágoas da vida, então a pessoa poderá ter alguma dificuldade em relacionar-se ou entregar-se aos outros, tendo o receio de se magoar ainda mais.

Trata compassivamente o teu Chakra Cardíaco e tenta compreender o que realmente necessitas para que te possas dar de forma equilibrada. Reflete com os cinco princípios, pois ajudarão a encontrares a resposta.

Para aprenderes mais sobre os chakras e como os tratar podes ler O Grande Livro dos Chakras e da Anatomia Energética.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.