O que distingue Karuna de Reiki

Nos anos 80 o Mestre William Rand quis introduzir o conceito de compaixão na prática terapêutica que realizava. O seu sistema de Reiki era o Tibetano e, naturalmente fez esses conceitos emergirem num novo método inspirado nas práticas tibetanas e indianas – o Karuna.

Karuna significa compaixão e é um método terapêutico natural, sem manipulação física, usando apenas os conceitos de energia, tal como o método de Reiki, mas existem diferenças entre os dois métodos.

O que distingue Karuna de Reiki na prática?

Praticar Karuna e Reiki é tão semelhante que as práticas se podem misturar num processo terapêutico, no entanto existem algumas diferenças, estas são algumas das que indicamos:

Karuna

  • Não é intrusivo e não manipula o corpo fisicamente;
  • Usa símbolos como forma de focar a atenção em determinados aspectos da energia;
  • Foca-se na energia Karuna, a energia da compaixão;
  • A cor para quem gosta de visualizar é o cor-de-rosa;
  • Não tem técnicas formais excepto o Tonglen e o envio de Karuna, além de outras técnicas informais meditativas;
  • Usa as mesmas posições terapêuticas que Reiki para a aplicação a outros e acrescenta mudras que são usados opcionalmente;
  • Tem 12 símbolos;
  • Usa a recitação de mantras também como forma terapêutica.

Reiki

  • Não é intrusivo e não manipula o corpo fisicamente;
  • Usa símbolos como forma de focar a atenção em determinados aspectos da energia;
  • Foca-se na grande energia vital que tudo permeia – Reiki;
  • A cor para quem gosta de visualizar é o verde;
  • Tem 21 técnicas tradicionais para a elevação da consciência, desintoxicação, meditação e prática terapêutica;
  • Tem posições formais para tratamento a outros, indicados pelo Mestre Usui, Hayashi e Takata;
  • Tem 4 símbolos;
  • Não tem o uso da recitação de mantras, apenas os símbolos são recitados.

Estas são algumas das diferenças e semelhanças na prática destes dois métodos.

A diferença na filosofia de vida entre Karuna e Reiki

E será que existe uma grande diferença na filosofia de vida de cada um dos métodos? Na verdade, Karuna segue os cinco princípios de Reiki, mas acrescenta os valores da compaixão.

Na verdade, ambas as práticas abordam a compaixão, só que Reiki no ocidente foi conotado com o conceito de Amor Incondicional, algo que não faz parte da tradição cultural japonesa, ao passo que compaixão sim.

Karuna

  • Há uma indicação da prática e desenvolvimento da compaixão;
  • Não tem princípios explícitos, mas podem ser entendidos os cinco preceitos e os votos de Bodhisattva;
  • Pode-se refletir sobre os 33 mantras de Kwan Yin (podes ler no livro Karuna Terapia da Compaixão), mas não são indicações explícitas da prática;
  • Não tem uma missão definida como o Usui Reiki Ryoho.

Reiki

  • Tem preceitos escritos pelo Mestre Mikao Usui;
  • Tem cinco princípios que são os pilares da filosofia de vida;
  • Tem os 125 poemas do Imperador Meiji escolhidos pelo Mestre Usui;
  • Tem uma missão estabelecida.

Em termos de filosofia de vida, Karuna tem uma estrutura muito implícita e pouco desenvolvida, se bem que eu e a Sílvia Oliveira desenvolvemos esses processos para que sejam mais claros para os alunos. Não fará sentido praticar Karuna unicamente como prática terapêutica, sem desenvolver os conceitos subjacentes da compaixão.

Quando se pode começar a prática de Karuna

Dependendo de Mestre para Mestre, podemos encontrar o acesso ao nível 1 sendo necessário o nível 1 de Reiki, ou mesmo o nível 2 de Reiki. Dependerá da abordagem de cada Mestre e da orientação para a prática.

Os alunos poderão fazer os dois cursos em simultâneo, Karuna e Reiki, no caso de ser benéfica a prática para eles, outros preferem um momento de cada vez. Como em tudo, depende da vontade e prática pessoal de cada um.

Alguns testemunhos de praticantes de Karuna

Para mim foi muito positivo a forma como o Karuna entrou na minha vida, trouxe me mais compaixão por mim mesma e mostrou me uma forma mais assertiva de como chegar ao próximo.
A experiência do voluntariado para mim foi magnífica ainda não consigo ter palavras para descrever a sensação do que é dar sem preocupação e agradeço a oportunidade por poder partilhar o que aprendi.
Grata.

Maria Sierra

Adorei o Karuna!!!
“Compaixão” é uma palavra que o define lindamente.
Senti-o de uma forma diferente do Reiki, para mim foi muito mais intenso.
Voluntariado é algo a pensar….. é uma entrega muito boa, que gostei e senti-me muito bem a fazer. Muito obrigada pela experiência.

Gisela

A pratica de Karuna ajudou me a complementar a minha pratica de reiki. Permitiu-me ter mais serenidade, comigo próprio e com os outros, trabalhando o jardim da alma e a compaixão.
O voluntariado de Karuna foi uma experiência muito positiva que espero vir a repetir, ver as pessoas saírem com um sorriso e de alguma forma um pouco mais leves é muito bom.
Grata por estes momentos, grata ao Mestre João e as pessoas que partilharam este caminho.
Beijinhos

Valéria

Karuna é um caminho paralelo da prática de Reiki, que surgiu deste método, como tantas outras práticas. É um método terapêutico que vale a pena ser considerado e entendido, mais ainda vivenciado. O desenvolvimento da compaixão traz-nos lucidez.

Vale a pena praticar Karuna, vai vendo os nossos cursos com acompanhamento e prática de voluntariado.

Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.