Porque será importante compreender o sofrimento?

Ele chega à nossa vida em diferentes fases, de diferentes formas e com causas distintas, provocando também efeitos diferenciados. Quando sofremos não estamos bem e podemos também levar aos outros o sofrimento que temos, fazendo-os também sofrer.

Será que a nossa vida é só dor?

Claro que não! A vida é completa com bons sentimentos, bons pensamentos, boas emoções e vivências, mas também faz parte dela a dor e o sofrimento. Quando o entendemos surge uma serenidade interior que nos “ilumina”, que nos auxilia a compreender o que é a vida, o que é viver e como viver.

Compreender o sofrimento e as lições que ele traz

Sofremos quando, de alguma forma, não estamos a ir na vida em sintonia com o nosso próprio propósito, quando estamos em dor, quando não nos sentimos amados ou apreciados.

Ao sofrer nem sempre temos força para irmos em frente, quando isso acontece, essa dor parece transbordar de nós e ela afecta os outros e tudo o que nos rodeia, consciente ou inconscientemente.

Por exemplo, um colega de trabalho conflituoso pode estar a sê-lo por ter em si sofrimento, o seu relacionamento pode estar deteriorado, a sua família pode estar doente, ele pode estar perdido na vida, pode sentir que está a agir incorretamente, mas não sabe como mudar. O seu sofrimento irá fazer sofrer os outros.

Então compreender o sofrimento, como ele nos afecta e como tal pode levar sofrimento aos outros poderá ser um dos passos mais importantes para que a nossa vida possa ser mais pacífica e feliz.

Como poderás então ter essa reflexão sobre o teu sofrimento e o sofrimento dos outros?

Não é uma tarefa fácil, mas implica abrandar um pouco, avaliar as várias situações em que tens vindo a estar presente na vida e que te trazem sofrimento e perceber também de que forma fazes sofrer os outros.

Sabendo que o sofrimento não é bom, em primeiro lugar tentamos não levar o sofrimento aos outros, depois, com bondade e tranquilidade, tentamos serenar o nosso próprio sofrimento.

Nesta troca de dor de um para o outro, compreendemos que isto foi o que aconteceu ao longo de toda a história da humanidade e que, de alguma forma, nos traz a resposta de porque vivemos e o que podemos fazer para vivermos cada vez melhor.

Sós não conseguimos evoluir, em sociedade, o nosso crescimento é bem mais acelerado e quando bem conduzido, leva-nos ao caminho correto.