Para se ser feliz é preciso assumir a felicidade

Quantas vezes pensas em ser feliz ou sobre o que é preciso para se ser feliz? Mas quantas vezes és feliz e não te apercebes disso?

O que é preciso para realmente se ser feliz?

Existem muitas condições para considerarmos que somos felizes, mas a percepção dessas condições vem da nossa mente, ou seja, consciente ou inconscientemente somos nós próprios que criamos os objetivos, as características e o que consideramos o caminho para se ser feliz.

Assumir a felicidade para se ser feliz

O Mestre Usui afirmou muito categoricamente que o método que praticamos tem duas bases fundamentais – a paz e a felicidade. Ele, pela sua experiência de vida, compreendeu que o ser humano necessita destas duas condições para estar verdadeiramente em equilíbrio e harmonia, em união com a sua própria vida.

Mesmo a pessoa com as menores condições de vida, tem momentos de felicidade. Mesmo alguém com uma condição debilitante ao nível emocional ou mental, encontra momentos de felicidade, mas a dificuldade está em conseguir mantê-los.

Compreender a felicidade

É muito claro que a felicidade é algo de próprio, individual, se bem que também uma comunidade, um povo, um país, podem ser felizes. É uma abordagem micro ou macroscópica dependendo da perspetiva que se tem.

Num indivíduo, podemos observar a felicidade por cada momento, situação e isso é uma abordagem microscópica. Se observamos o somatório da sua vida, estamos a ter uma abordagem macroscópica.

O interessante nesta perspetiva é saber ter um olhar equilibrado, entre o momento presente e o conjunto total da vida, assim como o futuro que se quer construir.

Então, ser feliz começa por compreender que felicidade estamos a construir para nós próprios. Para que isso corra da melhor forma possível, faz a seguinte pergunta a ti mesmo: O que é para mim a felicidade e ser feliz?

Manter a felicidade para se ser feliz

Será que o nosso propósito é sermos sempre felizes e será que isso é realmente possível em todos os momentos?

A resposta é sim e não. Isto quer dizer que sim, o nosso propósito de vida é sermos felizes pois faz parte de uma condição de harmonia e equilíbrio da própria vida, no entanto, é quase impossível que tal se reflita em todos os momentos pois existem condições internas e externas que nos impossibilitam de sentir ou estar em felicidade, como por exemplo o sofrimento que outros possam ter, uma doença, a guerra, entre outras condições.

Para mantermos a nossa felicidade temos que ter isto em mente, que não seremos sempre felizes e termos momentos de dificuldade, mas a nossa felicidade interior dependerá da capacidade de gestão que fazemos desses maus momentos. Se estiveres equilibrado interiormente, passarás pelos maus momentos com a serenidade suficiente para a tua felicidade geral não ser abalada, se não estiveres, sentirás que, de repente, perdeste toda a felicidade.

Seis propostas do Mestre Usui para melhorar e manter a felicidade

O Mestre Usui propunha-nos seis condições para trabalharmos o nosso interior, fazendo revelar o melhor de nós, aprimorar as nossas questões e assim sabermos lidar com as situações adversas que sempre nos surgem.

  1. Só por hoje

    Vive cada momento conscientemente, tendo em atenção as aprendizagens do passado e os objetivos do futuro.

  2. Sou calmo

    Cria harmonia em tudo o que faças, não só numa parte da tua vida, sê inteiro como um todo.

  3. Confio

    Acredita em ti mesmo e não te deixes descompensar. Lembra-te das tuas dificuldades e não faças com que os outros percam a sua autoconfiança, pelo contrário, ajuda-os a alcançá-la.

  4. Sou grato

    Agradece nem que seja pelo simples facto de estares vivo e poderes experienciar todas as questões pelas quais tens passado. Na verdade, se vires bem, tu consegues sempre chegar a um bo fim.

  5. Trabalho honestamente

    Sê diligente nas coisas que genuinamente são importante.

  6. Sou bondoso

    Tudo o que possas querer de bom para os outros, faz o mesmo por ti. O que queiras de bom para ti, leva até aos outros. Não estamos sós na vida e precisamos uns dos outros para crescer, compreender isto pode trazer grande felicidade.

Ser feliz é algo que depende de ti e como existem condições que dependem dos outros, precisas também de te lembrar de levar a felicidade aos outros. A tua atitude genuína e consciente fará toda a diferença na tua felicidade e na dos outros.

Outros Cursos
Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Maria de Fátima Lopes Correia de Carvalho Branquinho

    Adorei como sempre pelos ensinamentos. No entanto esta questão da “Felicidade” como foi apresentada com “dicas” interessantes, assertivas e ao mesmo tempo harmoniosas facilitando o nosso trabalho interior, achei-a especial. Grata sou Mestre João. Bom Ano!