O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Uma pessoa tóxica pode não o ser para outros – a perspetiva positiva de Reiki

O conceito de pessoa tóxica significa que é alguém que traz um desconforto, sofrimento, de forma contínua a outra pessoa. É como se sentíssemos que somos um lago límpido e que a aproximação dessa pessoa o contamina, deixa sujo.

Mas o conceito pode estar demasiado limitado e levar-nos a julgar o outro de uma forma que nos traz ainda mais sofrimento. Vamos observar como Reiki nos pode ajudar a compreender uma pessoa tóxica e como também nos pode ajudar a ultrapassar essa dificuldade.

A perspetiva positiva de Reiki sobre uma pessoa tóxica

Muitas vezes na vida surge alguém que, pelas suas características, torna-se uma pessoa tóxica para nós. Parece ser como uma sanguessuga, uma sombra, um parasita, um virus, algo que consome e destrói de forma mais lenta ou rápida a nossa harmonia emocional, mental, física e energética. 

Quando vemos alguém assim, queremos a maior distância possível e consideramos aquela pessoa tóxica como alguém que não pode ser boa pessoa, mas na verdade, não é bem assim, há uma outra perspetiva que poderá trazer-nos maior entendimento e compreensão sobre essa pessoa e a sua atitude.

A prática de Reiki requer uma mudança de consciência para alcançarmos a vida pacífica e feliz que todos pretendemos. Esta mudança ela não ocorre apenas por fazermos o autotratamento ou recebermos Reiki de alguém, mas sim pelo trabalho continuado, diligente e harmonioso dos cinco princípios de Reiki.

Através desta tomada de consciência, compreendemos que uma pessoa tóxica o poderá ser para nós, mas poderá não o ser para outros. Para nós, ela faz-nos sofrer, mas também está em sofrimento. Compreendendo isto podemos perceber que não existe harmonia entre nós porque ambos estão a sofrer.

Se olharmos para esta situação através da sabedoria dos cinco princípios, poderemos ter mais entendimento e menos sofrimento:

  1. Só por hoje sou calmo

    O outro está em sofrimento, sem a minha harmonia, não o entenderei. Sem uma harmonia conjunto, não haverá serenidade.

  2. Confio

    Preciso confiar em mim, porque duvidar de mim faz com que o outro me possa afectar mais. Esta confiança irá promover a minha autoestima.

  3. Sou grato

    Na verdade, que lições tenho a tirar desta situação? Porque esta pessoa surgiu na minha vida e eu na vida dela? O que há a aprender em comum? E individualmente?

  4. Trabalho honestamente

    Será que tenho comunicado o sofrimento que me causa? Tenho-o feito da melhor forma?

  5. Sou bondoso

    Como poderei resolver esta relação com a pessoa tóxica sendo bondoso para comigo e para com todos os envolvidos.

O poema 90, caminho, do Imperador Meiji, também nos ajuda a refletir sobre este tema:

Mesmo se ficares para trás das outras pessoas com quem estavas a ir, não percas o caminho que deves seguir. Quando todos estão a ir pelo mesmo caminho, pensas que estás a ir no caminho certo, mas isso nem sempre é o caso. Então, julga o caminho com cuidado.

Conviver com uma pessoa tóxica, ou que pelo menos nós consideramos tóxica não é fácil, porque como o próprio nome indica ela irá atingir-nos com algo e retirar-nos a harmonia que temos, mas essa pessoa é também uma grande lição para nós, ela na verdade pode ajudar-nos a uma transformação incrível na nossa vida. Aquilo que nos afeta é aquilo que ainda precisa ser trabalhado.

Então, nem sempre o resultado de conviver com uma pessoa tóxica é a cisão, por vezes há uma transformação terapêutica que resulta numa pessoa saudável e numa relação saudável.

O sofrimento precisa ser compreendido e a decisão sobre lidar com esse mesmo sofrimento é de cada um, ninguém poderá dizer por ti o que fazer melhor. Tenta sim o teu melhor e cada decisão que tomes será também a melhor que tens, nesse preciso momento de consciência.

Lembra-te que tu mesmo podes ser considerado uma pessoa tóxica para outrem, apesar de não o considerares ser. A prática de Reiki ensina-nos a olhar para cada pessoa como única, a sua questão é única, o seu percurso terapêutico é único. Mas ajuda-nos também a compreender que tudo está interligado e que o propósito final é a harmonia.

O livro Reiki Guia para Uma Vida Feliz pode auxiliar-te a desenvolver mais a perspetiva da filosofia de vida e a atitude positiva na prática de Reiki.

Previous

Sentir a dor dos outros num tratamento de Reiki

Next

Como retomar a prática de Reiki com o nível 1

1 Comment

  1. Filomena Pessanha

    Observar tudo e todos com uma prespectiva de mente mais aberta,faz toda a diferença <3 Um excelente artigo, para aprendermos que precisamos de desparendrer para Saber Con Viver 😉 Só por hoje <3.Obrigada João

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén