Tao

Reiki nas Escolas – Portugal é inovador

Portugal é um país muito inovador, também no campo do Reiki e ainda mais no Reiki nas escolas. Desde a fundação da Associação Portuguesa de Reiki, em 2008 que vários projetos foram surgindo e desde o surgimento da Associação de Reiki para Crianças e Jovens que houve um crescimento ainda mais evidente na colocação de Reiki nas Escolas e de Reiki para Crianças. Vamos compreender como surge esta parceria e de que forma a prática exemplar de Reiki em Portugal chega aos mais pequenos.

Aprender Reiki nas Escolas é possível e Portugal está à frente em projetos reais e oficiais

A grande questão que sempre surge é “Porque Reiki nas Escolas? Que sentido faz? É moda?”. Este tipo de pergunta é muito frequente para quem não está numa escola, mas para algumas escolas nem sequer tem formulação. As escolas procuram formas de auxiliar e empoderar os seus alunos, mas no que e para que?

Muitas crianças pedem mais tempo de intervalo para descansarem e conviverem, mais aulas de desporto ou de ar livre para se exercitarem, mas no que toca às suas questões pessoais, as crianças e jovens de hoje têm sentido situações de bullying, de falta de união, convívio e de uma enorme incapacidade de gestão nas situações familiares, nas amizades e nas relações escolares. Tudo isto leva à incapacidade de gestão emocional.

Com tantos estímulos ao seu redor, exigências escolares e sociais, estando muitas vezes afastados da realidade e apenas em contacto com a “realidade” segundo as redes sociais, as crianças e jovens, muitas vezes, sentem-se perdidos

Quando uma escola procura o método Reiki para as suas crianças, ela procura um complemento a todo o grande esforço que os educadores, professores, orientadores e psicólogos fazem. Mas de que forma Reiki pode dar resposta a essa necessidade?

A resposta de Reiki para auxiliar as crianças a serem felizes

O trabalho que é feito, de forma complementar, numa escola, abrange três áreas integrativas:

  • Meditação;
  • Valores e Expressão;
  • Terapia.

Estas três áreas ou três vetores de ação contemplam o relaxamento da criança, ou seja, a promoção de um estado mais harmonioso e equilibrado, o que as auxilia a aumentar a concentração para os estudos, assim como a desenvolver capacidade de gestão emocional, controlando, compreendendo melhor os pensamentos e as suas emoções, não deixando ficar em mente ilusões, mas aprendendo a focar-se no importante para o seu desenvolvimento escolar e humano.

Nos valores e expressão, a criança aborda a filosofia de vida da nossa prática e com esses princípios – Só por hoje, sou calmo; confio; sou grato; trabalho honestamente; sou bondoso – ela aprende a observar as suas escolhas e forma de estar na vida. Podemos dizer que estes são valores universais e não existe qualquer correlação com uma religião ou movimento espiritual, Reiki não tem qualquer tipo de ligação a crenças. Através destas tomadas de reflexão, a criança partilha e expressa-se através de várias actividades que exponenciam a sua criatividade e alegria. 

Finalmente, na terapia, se for essa a opção da escola, as crianças que sejam sinalizadas poderão receber terapia Reiki para as auxiliar na gestão do stress, no equilíbrio emocional, mental e físico, não substituindo o acompanhamento profissional do psicólogo ou de pediatras.

No campo da terapia, também existe a possibilidade de serem dadas sessões aos funcionários da escola e também aos pais. Ou seja, os educadores poderão beneficiar das práticas que são oferecidas às crianças.

Segundo Sílvia Oliveira, presidente da ARCJ:

Professores felizes fazem crianças felizes, pais felizes fazem crianças felizes e crianças felizes constroem um mundo melhor. Reiki é apenas um dos muitos auxiliares para trazer a harmonia entre todos, mas com a vantagem de ser um método muito completo e de simples entendimento. É algo de tão simples que parece ser natural para as crianças.

Quando nos focamos no melhor, no empoderamento, na melhoria das capacidades de cada um, promovendo a calma, confiança, gratidão, honestidade e bondade, encontramos uma das muitas razões para o Reiki nas Escolas ser um sucesso.

Este trabalho também depende do esforço de cada praticante de Reiki, da sua entrega e dedicação, escutando cada criança como ser único, assim como as necessidades e indicações que os professores apresentam.

Reiki nas Escolas, em Portugal, é algo de verdadeiramente inovador, não por ser moda, mas sim por ser eficaz, simples, integrativo, abrangente e adaptável à necessidade particular de cada escola e grupo de alunos.

Levarmos as crianças a saberem gerir as suas emoções, a encontrarem tranquilidade interior e capacidade de expressão é um grande feito que poderá ter implicações muito positivas para a nossa sociedade futura.

O livro de Reiki para Crianças, o Super Reikinho, tem sido um grande auxiliar para a compreensão do que as crianças sentem e de como as auxiliar a tratar com Reiki. De uma forma muito simples e imagética, o livro trabalha a autodescoberta através de um amiguinho que é o Super Reikinho que vai auxiliando a criança numa viagem interior, para o entendimento das suas questões.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Um comentário

  • Glaucia Guarino

    Como neuropiscopedagoga, Master Reiki e brasileira – sonho com o dia em que chegaremos a esse nível no Brasil… Parabéns a vcs de Portugal por essas iniciativas lindas! Que possam todos os seres se beneficiarem! <3

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.