A capacidade de estar no momento presente torna-se cada vez mais um “poder”, uma força incrível que temos interiormente, capaz de nos levar às grandes tomadas de decisão, mas também à capacidade de aproveitar cada momento presente com o valor único que tem.

O que representa estar no momento presente e o valor que pode ter para nós

Num sonho estava a caminhar com o meu avô e quando tive consciência disso fiquei muito comovido e disse, “avô, que saudades!!!” e ele respondeu-me “saudades para que? Aproveita agora”.

Este sonho desperta-me a uma grande verdade, a capacidade de estar no momento presente e de conseguir, verdadeiramente, aproveitar cada tempo que se tem. Ao perceber isto, constato que as coisas que nos fazem perder o momento presente são:

  • A insatisfação;
  • O apego;
  • A ilusão;
  • Os estímulos exteriores aos quais nos ancoramos;
  • As preocupações;
  • As coisas que ficaram por fazer;
  • A vontade de não lidar com a situação;
  • A contrariedade;
  • E muito, muito mais…

Então, a consciência necessita trabalhar para encontrar e fortalecer o seu momento presente, para isso, ela pode contrapor com:

  • O contentamento;
  • O desapego;
  • A visão correta da vida;
  • O domínio dos sentidos;
  • A harmonia;
  • A diligência;
  • A responsabilidade;
  • A compaixão;
  • E muito, muito mais…

Estar no momento presente é uma forma de construir um estar na vida mais feliz, pois criamos a capacidade de saber gerir os maus momentos.

Estar no momento presente ajuda-nos a apreciar o valor da vida. Se estás num momento em que os sentimentos depressivos te assolam, cultiva o hábito do momento presente, permite que os pensamentos escoem como água suja e libertem a tua mente, porque eles farão aquilo que tu indicares. Não é algo que surge de um momento para o outro, mas que necessita de muita prática e entrega da tua parte. Quando assumires que te consegues controlar, então o momento presente começa a fazer cada vez mais parte da tua vida.

Como cultivares o momento presente

A ausência de estímulos ajuda-nos a compreender e praticar o momento presente. Quais os estímulos que mais nos prejudicam hoje em dia?

Os que vêm do telemóvel, os que vêm da nossa mente.

Então, para cultivares o hábito de aproveitar o momento presente experimenta indicar a ti mesmo, à tua mente, vou desligar o telemóvel por quinze minutos e vou estar apenas focado no momento presente, no aqui e agora. Vou observar onde estou, como eu estou, as coisas que me rodeiam. Se vir um pardal, vou observar o que ele faz, as suas penas, o seu percurso. Aproveitar o momento presente não significa que ficamos vazios, mas sim que a nossa atenção está concentrada e este “vazio” de estímulos confusos e riqueza de estímulos focados, traz-nos contentamento e felicidade.

Aproveita o momento presente pois cada momento é único.