O nível 2 de Reiki é bastante exigente, não por ser algo de estranho, mas sim por trazer muitas ferramentas de trabalho ao praticante. Por vezes, deixa-se de praticar durante algum tempo e até mesmo anos, mas não há problema algum, podemos sempre retomar a prática a qualquer altura.

Retomar a prática do nível 2 de Reiki com confiança

Quando quiseres retomar a tua prática, nada melhor que te aconselhares com o teu Mestre de Reiki, pois ele irá dar-te as melhores indicações dentro do sistema de ensino que facilita. No entanto, quero partilhar contigo algumas dicas que podem ser úteis para o regresso à prática do nível 2 de Reiki.

O nível 2 de Reiki, em japonês, chama-se Okuden, ou seja, os segundos ensinamentos e é a continuação natural e progressiva do nível 1, o Shoden, que significa os primeiros ensinamentos.

Neste nível pensamos que o maior desafio é o desenho dos símbolos de Reiki e a sua interpretação… mas estamos bem longe do verdadeiro desafio do nível 2 de Reiki. Um dos grandes propósitos deste nível, encontramos através das palavras sábias da Mestre Takata que indicava que devemos procurar as causas para os problemas, pois assim, a cura poderá acontecer mais facilmente.

Então, o grande propósito da nossa prática é mesmo a descoberta das causas das nossas questões e levar isso ao propósito terapêutico. Como o poderemos fazer? Através dos cinco princípios. É por isso que a prática de Reiki não pode ser algo fugaz ou imediata… é um ato de responsabilidade e um caminho de vida.

Assim, tens muita coisa a praticar no nível 2 de Reiki e isso levará o seu tempo, mas vamos ver como poderás tu retomar a tua prática. Há, pelo menos, três coisas essenciais:

  1. A filosofia de vida;
  2. Os símnbolos;
  3. O autotratamento.

A filosofia de vida

A prática dos cinco princípios é importante para a elevação da consciência, assim como o desenvolvimento da compreensão das questões quotidianas à luz deste entendimento. Então, começa por aqui, por compreender os desafios que os cinco princípios te trazem.

Os símbolos

No nível 2 de Reiki aprendemos três símbolos que irão trabalhar a parte física, emocional e mental, ou a potência, harmonia e o pensamento correto ou tratamento à distância. Volta a desenhar os símbolos até os teres bem fixos na mente e com destreza no desenho. Recita também os seus nomes corretamente. Eles serão importantes para o autotratamento.

O autotratamento no nível 2 de Reiki

Apesar da energia estar sempre presente, poderás querer falar com o teu Mestre e aconselhar-te sobre a possibilidade de ele novamente te passar a sintonização do nível 2. Há mestres que o fazem gratuitamente, outros que cobram algum valor por esse tempo de trabalho, é diferente de escola para escola, mas mesmo que não haja qualquer tipo de cobrança, comprometeste a fazer o que por aquilo que te é passado?

O autotratamento no nível 2 de Reiki poderá ser bem diferente do nível 1, não em termos de posições, mas sim no trabalho com os símbolos. Como cada mestre pode trabalhar de forma diferente, por favor, aconselha-te com o teu.

De uma forma muito simples, o autotratamento de nível 2 de Reiki é iniciado com os três símbolos, começando do terceiro para o primeiro, recitando os seus mantras. Idealmente, desenhado na mão. No entanto, poderás experimentar algo como desenhar só um símbolo ao longo de uma série de dias e assim ires experimentando o que cada um deles faz ressoar em ti.

A partir daqui, vai seguindo as aulas que acompanham o teu nível 2 de Reiki, para voltares a trabalhar as técnicas e a prática terapêutica.

Experimenta ler o livro Reiki Guia para Uma Vida Feliz, pois está muito orientado para o desenvolvimento do nível 2 de Reiki. Irá ajudar-te com o desenvolvimento da filosofia de vida, meditação, voluntariado e muito muito muito mais.