O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Como fazer autotratamento Reiki quando não se está a conseguir

O autotratamento Reiki parece ser uma missão impossível, quando passamos por algumas situações perturbadoras. Claro que podemos pensar que é sempre fácil retomar, mas não é. Por isso mesmo, temos que tentar compreender as suas causas.

Como retomar o autotratamento Reiki após alguma situação perturbadora ou traumática

Cada pessoa tem uma forma muito própria de lidar com as situações que encara na vida. O que para uns é muito fácil de resolver, para outros é algo de perturbador, senão mesmo traumático. Quando uma situação destas surge, pode trazer perturbação à nossa prática de Reiki. Nestes casos, tenta refletir no seguinte:

  1. Continuo a sentir a ligação à Energia Universal?
  2. Como sinto a minha ligação com a vida? Como escuto o Universo?
  3. Como sinto que a vida está à minha volta?
  4. O que eu sinto que ando a fazer?
  5. Como estão os meus objectivos de vida?
  6. Sinto-me fechado para comigo mesmo? Fechado para com os outros?
  7. A partir de que situação é que fiquei assim?
  8. Porque sinto que não consigo dar a volta e não consigo aplicar Reiki a mim mesmo?

Reiki é algo de verdadeiramente extraordinário pois representa a nossa conexão com a vida, com a vitalidade, com a sabedoria do Universo. Se passas por algo que irá abanar a tua estrutura, essa ligação poderá ficar “em risco”, temporariamente. Ou seja, poderás perder a tua conexão com o sentido da vida e começares-te a afundar no problema, sem ver as soluções que essa mesma questão te traz.

Se o teu propósito é mesmo retomar o autotratamento, não queiras começar a maratona sem antes treinar, ou seja, vamos pelo princípio e aos poucos:

  1. Do 1º ao 3º dia – Começa apenas por colocar as mãos no chakra cardíaco, durante quinze minutos e, sempre que queiras, recita os cinco princípios sinceramente;
  2. Do 4º ao 8º dia – Aplica apenas Reiki com uma mão no chakra cardíaco e a outra no plexo solar. Quando quiseres, mantém a mão no cardíaco e a outra coloca num sítio onde sintas necessidade;
  3. Do 9º ao 14º dia – Aplica Reiki no chakra cardíaco, no chakra raíz e joelhos. Se quiseres, podes colocar noutras posições também;
  4. Do 15º ao 18º dia – Aplica Reiki na cabeça e no chakra cardíaco;
  5. Do 19º ao 21º dia – Faz o autotratamento completo e experimenta recitar os cinco princípios em cada posição.

Claro que isto tem a ver com a aplicação do autotratamento, mas e porque não fazeres depois um trabalho mais profundo?

Caso tenhas o nível 2 ou 3, a cada situação que surja durante o autotratamento, envia Reiki para ela.

Previous

Ser mais positivo com a prática de Reiki

Next

O tratamento para a toxicodependência através de Reiki

1 Comment

  1. Ângela Maria Lemos Guimarães Pinto

    Gratidão. Namastê.

Deixe um comentário

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén