Reiki

Reiki cura ou equilibra e harmoniza?

Será que a aplicação de Reiki cura ou equilibra e harmoniza? O conceito de cura significa que há um restabelecimento da saúde da pessoa, ou seja, que o que afectava a sua saúde se encontra sanado. Mas como compreender este conceito perante a prática de Reiki?

O efeito de cura ou como Reiki equilibra e harmoniza

Reiki significa Energia Universal e é também o termo comum usado para o método Usui Reiki Ryoho. Ao aplicar essa Energia Universal, através de o método, numa pessoa, ela poderá sentir-se melhor, ou em algumas situações, ela mesma poderá indicar que se sente curada.

Mas como funciona a prática de Reiki em tratamento a uma pessoa? Quais os seus conceitos?

Vamos supor que uma pessoa procura uma consulta de Reiki pois tem dores recorrentes na perna. O terapeuta tentará compreender que condições, fatores, levaram a essa situação, poderá realizar uma avaliação energética através do byosen do corpo da pessoa e realizará o tratamento. O byosen é uma palavra japonesa que significa a irradiação da doença, ou seja, do desequilíbrio e desarmonia.

Na prática de Reiki, apenas trabalhamos a energia e não um corpo físico, ou uma questão mental, mas sim, as energias que levam à perturbação da homeostasia da pessoa. Neste caso da perna, o terapeuta irá trabalhar toda a energia da pessoa, para que possa auxiliar o corpo a autocurar-se. Isto significa que o terapeuta ou a energia não têm a ver com a cura, mas são a forma através do qual o corpo encontra o equilíbrio necessário para promover a sua própria autocura.

Numa situação em que a pessoa tem andado com sentimentos de tristeza, ou cabeça cansada, Reiki não cura a pessoa dessa tristeza ou do cansaço, mas promove a harmonia energética ao mudar, remover, aliviar, a concentração, estagnação ou inflamação desses tipo de energias.

Compreendendo isto, podemos entender que não é o terapeuta que cura, nem é a energia que cura, é sim a própria pessoa que, através do trabalho de equilíbrio e harmonia com Reiki, alcança o momento apropriado para mudar de condição.

Pensando sempre em termos de energia, não existem confusões sobre a atuação de Reiki, nem qualquer tipo de pensamento que possa ser uma concorrência a áreas como a psicologia ou qualquer outro campo médico ou terapêutico.

O nosso campo de trabalho é apenas o energético e o terapeuta de Reiki é um técnico que deve ser especializado nessa aplicação, compreendendo corretamente os limites da terapia e as condições do seu trabalho.

Porque é obrigatório manter o acompanhamento médico

Cada prática terapêutica tem uma perspetiva que é muito própria dos seus conceitos e, por vezes, não tem uma capacidade de diagnóstico ou de validação dos resultados como tem a medicina. Convencionalmente, todas as situações de desequilíbrio e desarmonia, passam pela nossa medicina e assim deve ser. O acompanhamento por parte de médicos competentes e especializados é um factor muito importante para a saúde da pessoa. Como tal, ainda que pratiques Reiki ou consultes terapias complementares ou mesmo medicinas alternativas, mantém o teu acompanhamento médico. Somente através dos exames médicos é que a pessoa poderá constatar a cura ou não, da sua condição.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Um comentário

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.