O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Como separar as crenças na prática de Reiki

A espiritualidade faz parte de todo o ser humano, de forma muito própria, assim como a religião e as crenças que são parte fundamental da construção intrínseca dos valores e da moral de cada um, assim como a bússola orientadora para a vida. Na prática de Reiki, como poderás tu não misturar as crenças e evitar algumas confusões?

Como separar as crenças na prática de Reiki

Não há ninguém que não tenha crenças, dogmas, filosofia de vida, consciente ou inconscientemente. Tudo isso faz parte da nossa vida, mais consciente para uns, mais inconsciente para outros e é fruto daquilo que os nossos pais nos transmitem, ou mesmo daquilo que a sociedade ensina inconscientemente.

Enquadrar a prática de Reiki é muito importante. O Mestre Usui indicou como a prática de uma filosofia de vida assente em cinco princípios e no trabalho terapêutico com a Energia Universal ao qual deu o nome de Reiki.

Apesar de ele ser japonês, onde as crenças budistas e xintoístas estão sempre presentes, nunca nos disse para seguirmos determinada crença ou crenças. Por isso, em respeito ao criador do Método e ao Método do Usui Reiki Ryoho, não devemos também levar as nossas crenças para lá. Desta forma, tudo funcionará de forma correcta.

Em Portugal, ainda temos muito o estigma do espiritismo e apesar de sermos uma sociedade aberta, ainda estamos muito aquém de compreender a crença de cada um. Então, se alguém que é seguidor do espiritismo vai aprender a praticar Reiki, precisa saber separar muito bem os conceitos. Daí existir uma máxima excelente – a mente de aprendiz. Que nos indica que devemos ir de mente aberta para aprender o que nos ensinam e não ir com uma mente já cheia de preconceitos que irão trazer prejuízo à prática.

Então, compreendendo que devemos separar as crenças e que Reiki não implica qualquer tipo de religião ou espiritualismo, pois é um método de filosofia de vida universal, cuja única “crença” é a de que tudo no universo é composto por energia, podemos pensar da seguinte forma em relação às nossas crenças pessoais:

Como um espírita pode praticar Reiki

Na prática de Reiki apenas trabalhamos com energia e nunca com espíritos. A prática espírita também lida com energia, no entanto nada tem a ver com a prática de Reiki, são conceitos diferentes. Se a tua mente se focar na prática que estás a fazer, tudo estará correcto, ou seja, espiritismo no centro espírita, Reiki na escola de Reiki.

  • Não invocar guias;
  • Não invocar espíritos;
  • No caso de sentir energia densa quando há um tratamento, esta deve ser tratada com a prática de Reiki;
  • Manter o enraizamento;
  • Não arrotar ou expelir o ar com força, manter o enraizamento;
  • Manter o foco no fluxo da energia, que é de cima para baixo, saindo pelas mãos, para si mesmo ou para outros.

Como um cristão pode praticar Reiki

Na prática de Reiki não existem conceitos religiosos e não existe a prática de reza.

  • Não rezar;
  • Não invocar santos ou anjos.

Como um budista pode praticar Reiki

Para um budista poderá ser simples compreender os conceitos da energia na prática de Reiki, no entanto, não estamos ligados a qualquer Buda.

  • Não invocar um Buda;
  • Não recitar mantras.

Claro que estas indicações parecem ser radicais, mas não são, elas são apenas indicações para que dentro de uma prática, estejas focado nesses ensinamentos. Não perdes qualquer tipo de vínculo às tuas crenças ou à tua religião, pois é como se fosses um praticante de triatlo, em cada momento da tua prática, usas as tuas competências específicas do exercício, mas se tentares misturar natação com a bicicleta, não vai dar, algo irá correr mal.

Enquadrar bem a prática de Reiki leva a que as pessoas que a usufruem também compreendam melhor o que é, sem medos, sem preconceitos, sem prejuízos.

Previous

Homenagem ao praticante de Reiki mais idoso no CENIF

Next

Não confiar pode fechar a nossa vida, o que fazer?

1 Comment

  1. José Francisco da Costa

    Fantástico este artigo João!! Você, como sempre, nos auxilia nas reflexões, nos dá argumentos excelentes para explicarmos o que sentimos e nem sempre temos as palavras adequadas para expressar. Sigo como um norte este lema de não misturar crenças pessoais com o Reiki mas vejo que é muito mais comum aqui no Brasil o contrário, principalmente a mistura com conceitos espíritas ou espiritualistas como a invocação de guias ou mentores, a limpeza de energia mais densa com técnicas que não são do Reiki etc. Muito obrigado pela contribuição!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén