A prática do enraizamento é um grande auxiliar para mantermos a nossa atenção plena, para descarregarmos o excesso de electricidade, energia densa e também uma forma de fortalecer o nosso poder pessoal e autocentramento.

O enraizamento é estar centrado e conectado

Já alguma vez te sentiste como uma montanha?

É estar forte, equilibrado, é sentir todo o vento adverso da vida, todas as dificuldades exteriores, mantendo o equilíbrio e a disciplina, a harmonia e a autoconsciência. O enraizamento pode ajudar-nos dessa forma, não precisas estar sempre enraizado, mas sempre que notas ser necessário, então essa conexão com a Terra tem que estar presente.

Através do enraizamento, tu deixas a energia fluir, aquela que se acumula em ti e é desnecessária, como a electricidade ou a energia densa. E como praticar o enraizamento?

Podes fazer de duas formas:

  1. Visualizas que o teu corpo é como uma árvore e que dos teus pés se esticam raizes para o centro da Terra. Dará uma sensação de ancoragem e assim irás sentir-te enraizado;
  2. Visualiza as tuas pernas como tendo uns canos interiormente, esses canos ligam-se à Terra. Ao inspirar, trazes energia Reiki, ao expirar, envias todo o teu excesso de energia, por esses canos, para a Terra, para ser transformado.

Lembra-te que ao fazeres estas técnicas de limpeza tens que ter em atenção duas coisas. A limpeza deve ser mudada com a tomada de consciência e deves manter também um trabalho de cuidado físico e energético do planeta Terra.