Se tiveres um familiar doente e quiseres aplicar Reiki no hospital há algumas dicas muito importantes que deves seguir e também uma atitude.

A aplicação de Reiki no hospital a um familiar

Para fazeres a aplicação de Reiki no hospital ao teu familiar, verifica em primeiro lugar o horário de atendimento a que possas estar presente. Se o quarto não for privado, fala com a enfermeira, pergunta se podes ter alguma privacidade com o teu familiar e possivelmente irão correr as cortinas. Poderás também indicar que gostarias de aplicar Reiki a ele durante esse tempo.

Lembra-te que não deves mexer em quaisquer instrumentos que estejam presentes, assim como tubos, acessórios ou mesmo na cama sem pedir autorização a um enfermeiro.

Mas e se apenas tens o nível 1 de Reiki?

Acima de tudo, aprendemos que Reiki é uma energia universal para o equilíbrio e harmonia da pessoa, que em primeiro lugar aplicamos em nós e que no primeiro nível poderemos aplicar nos familiares e amigos mais próximos, por estarmos já habituados à sua energia.

Por isso, quando fores aplicar Reiki no hospital a um familiar, lembra-te de ir com uma atitude de cinco princípios:

  1. Só por hoje, sou calmo – Vou aplicar Reiki dentro do meu saber, com harmonia e para a harmonia da pessoa;
  2. Confio – Entrego-me à prática e deixo apenas a energia fluir. Se os pensamentos surgirem… entrego-me aos cinco princípios e ao fluxo da energia;
  3. Sou grato – Agradeço pela oportunidade de estar a tratar do meu familiar no hospital, desejo o seu Bem Supremo e espero que tudo corra em harmonia e equilíbrio;
  4. Trabalho honestamente – Sei que estou a fazer uma boa prática e vou fazer todas as vezes que possa, presencialmente ou à distância;
  5. Sou bondoso – Tratarei todas as pessoas no hospital respeitosamente, assim como terei respeito por mim mesmo, ou seja, caso me seja difícil lá aplicar Reiki, não me irei recriminar por isso, farei sempre o melhor e o mais correcto.

A aplicação de Reiki por si, a forma de aplicar, será uma grande demonstração do conceito de montanha e bambu, ou seja, tens que ser forte, equilibrado e ao mesmo tempo flexível e resiliente. O que isto quer dizer é que tens que te preparar para um ambiente onde a energia pode estar mais em desequilíbrio, poderás ter que fazer a tua limpeza na casa de banho, trabalhar muito a respiração como se estivesses a fazer o Joshin Kokyu Ho e ser flexível nas posições.

As posições têm que ser muito adaptadas. Por exemplo, a questão está na cabeça, mas só consegues ter as mãos num braço. Não há problema algum, deixa a energia fluir nessa posição, que ela irá circular pelo corpo. A tua visualização criativa também irá ajudar.

Lembra-te de visualizar a energia a fluir por todo o corpo, saindo pelas mãos e pelos pés. No caso de sentires um byosen mais agressivo, não deixes a mão ficar no local, verifica o enraizamento e afasta as mãos, para teres mais segurança.

Confia.

Lembra-te que fazer Reiki no hospital envolve muito respeito por todos os que lá estão, por isso mesmo, quanto melhor tratares as pessoas, mais aceite é. Se não tiveres privacidade, coloca apenas uma mão onde for possível, discretamente, ou mesmo as duas mãos. Não necessitas fazer símbolos com as mãos ou gassho, tudo podes trabalhar na mente e assim estás a respeitar as crenças daqueles que possam estar no quarto e possam não compreender o que estás a fazer.