Uma ferida é uma ferida – como tratar com Reiki a ferida emocional

Se te magoares com um prego, abres uma ferida. Essa ferida vai cicatrizar com tempo e com sorte, não deixará qualquer marca visível. Foi uma ferida que desapareceu.

A ferida e o seu entendimento pelo Reiki

Este caso que te apresentei parece simples. Como todas as coisas visíveis, elas parecem preto no branco, simples e inteligíveis, no entanto, há mais do que a simples aparência. A ferida que se abriu ela não esteve apenas à superfície, mas entrou dentro do corpo e, de certa forma, o nosso corpo é perfeito, ele autocura-se, mas não volta a ser o que era. Uma ferida aberta será sempre uma ferida, mesmo que pareça ter desaparecido.

O mesmo se passa com uma ferida emocional. Ela surge, faz os seus danos, aparentemente é sanada, mas nada volta a ser o que era.

Tendo isto em mente conseguimos ter um entendimento muito interessante, aplicável na terapia Reiki.

Por um lado, quando há um evento traumático, ele não será apagado, apenas poderá não ser lembrado. Esse evento permanecerá na nossa vida, fará parte dela, a diferença estará na forma como nós o compreendemos, aceitamos e resolvemos, assim também como nós lidaremos com futuros eventos deste género.

O tratamento de uma ferida emocional com Reiki

Observa a ferida e que condições a causaram. Observa o impacto profundo que essa ferida fez, energeticamente, na pessoa e como a afecta no seu dia-a-dia. É tudo isso que terás que tratar.

O tratamento de uma ferida emocional, não é simples, não é coisa de um dia ou de uma aplicação. É um trabalho prolongado que requer profundidade de entendimento, sensibilidade e também entrega do receptor ao trabalho que terá que fazer neste caminho terapêutico. E é este tipo de situações que nos traz grande entendimento sobre a prática de Reiki – requer empenho, saber, sensibilidade, entrega.

Trabalha não apenas os locais afectados energeticamente, mas também deves tratar as situações, quer passadas, quer presentes, afectadas pela sua causa.

Lembra-te, uma ferida será sempre uma ferida, apenas vamos saber viver com ela em harmonia e equilíbrio.

Author: João Magalhães

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Mestre de Karuna, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e co-fundador do CENIF. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki» e «Reiki – Elevação da Consciência». Professor de Meditação Terapêutica Integral. Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Share This Post On

Deixe um comentário