Reiki

Cuidado com o sal antes de praticares Reiki

Uma pitada de sal é a medida suficiente que pode trazer mais cor ao paladar, mas nem sempre nos ficamos por aí e os resultados para o nosso organismo não serão os melhores. Como pode o excesso de sal prejudicar a prática de Reiki?

O sal e a prática de Reiki

Felizmente vamos estando cada vez mais atentos à alimentação, mas mesmo assim, o sal está escondido em muitos produtos e acabamos por ingerir inadvertidamente.

Se tivermos muito sal no corpo, o coração terá que trabalhar mais, os rins também poderão ficar prejudicados, todo o corpo é obrigado a esforçar-se, a comprimir-se. Reiki necessita de espaço para veicular, necessita de condições apropriadas como o relaxamento do corpo. Em casos de haver uma grande necessidade de energia a passar, por exemplo quando estamos a tratar alguém que esteja muito desequilibrado ou com grandes quantidades de energia densa, o nosso coração também aumenta o seu ritmo, todo o corpo trabalha para que mais energia passe. Nessas condições, se o corpo já tiver que lidar com pressão interior e esforço, então as coisas podem tornar-se complicadas para o praticante de Reiki.

Ao estar a aplicar Reiki a outra pessoa, a energia que passa por si, irá também tratá-lo. Mais sede pode surgir, mais suor pode surgir e o praticante estará a fazer um dois em um – autotratamento e tratamento a outros.

Por isso, observa bem a tua alimentação, tendo cuidado de quando fores tratar outros teres ingerido o suficiente e não o excesso. Quanto mais equilibrado estiver o teu corpo, mais a energia fluirá por ti.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.