Em Fevereiro de 2018 iremos iniciar um novo Curso de Meditação Terapêutica, ao longo de seis meses para quem queira aprender a meditar, ou mesmo desenvolver a sua prática e saber.

A importância da meditação

Em todas as culturas sempre houve uma necessidade de pausa, de observação, de controlo da mente e coração. No ocidente abordou-se mais o estado contemplativo, até ser perdido por questões ideológicas, religiosas e pelo atual stress e estímulo da vida quotidiana. No oriente, cultivou-se o “apenas sentar“, a elevação da consciência, que se refletiram em práticas como o Zen, Yoga, Taoísmo, Usui Reiki Ryoho e muitas outras…

Uma das razões para se meditar é o alívio do sofrimento. Como Sylvia Boorstein dizia “A vida é dolorosa, mas sofrer é opcional”. A meditação é um encontrar de espaço e de tempo que nos permite adquirir consciência e compaixão. Não é algo feito pelos outros, ou para os outros, é algo que apenas nós podemos fazer por nós mesmos e que apenas nós podemos alcançar o nosso próprio potencial. Tendo cultivado em nós boas sementes e criado condições para ter um “terreno” fértil, partilhamos com os outros os frutos do nosso crescimento, harmonia e bem estar.

Um estudo recente revela que uma prática continuada da meditação ajuda ao desenvolvimento de transformações positivas na estrutura do cérebro. A meditação é uma prática que nos auxilia a ganhar o controlo de nós mesmos e de viver de uma forma mais harmoniosa, compreendendo a importância dos valores universais e da harmonia entre todos.